Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Você é muito mão aberta? Veja 4 dicas para controlar os gastos

A- A+

Se você tem dificuldades para controlar o impulso quando vai às compras e acaba gastando mais do que deveria, saiba que não está sozinho. A maioria dos brasileiros adota uma atitude mão aberta e não monitora o orçamento. É isso que aponta um levantamento pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL).

A pesquisa, realizada em parceria com o Serviço de Proteção ao Crédito (SPC), apontou que 45,8% dos brasileiros não realizam um controle sistemático do seu orçamento. Além disso, apenas 39,5% dos consumidores anotam semanalmente seus gastos supérfluos, com lazer, estética, roupas e restaurantes, por exemplo.

Como deixar de ser mão aberta

O problema de ser muito gastador é a surpresa na hora de arcar com as despesas, que têm impacto no orçamento pessoal. Ainda segundo o levantamento, apenas 41,1% dos consumidores conseguem pagar todas as contas e ainda fechar o mês com algum dinheiro sobrando.

Quando a situação aperta, a tendência é que o quadro se agrave ainda mais. De acordo com a pesquisa, quando têm pouco dinheiro e querem gastar, 30,7% dos brasileiros usam o cartão de crédito, 28,9% sacam dinheiro da poupança, 23,3% pedem dinheiro emprestado a amigos e 14,8% usam o limite do cheque especial.

mão aberta

Brasileiros não costumam monitorar gastos supérfluos no orçamento. Foto: iStock, Getty Images

Mas como reverter esse quadro e economizar? Fique por dentro de 4 dicas para conseguir:

  1. Não compre por emoção

Muitas pessoas encontram no consumismo uma forma de atenuar momentaneamente ansiedades e preocupações. Antes de adquirir algo, pense se você realmente precisa daquilo ou se está comprando apenas por causa de um sentimento. Também evite comprar por uma questão de status, para impressionar alguém.

  1. Fique de olho no extrato

Uma boa alternativa é observar o extrato bancário antes de fazer compras. Como a maioria dos bancos já disponibiliza aplicativos para celular, não há desculpa para deixar de implementar esse hábito. Ao observar os gastos já feitos, você consegue frear o impulso de passar o cartão rápido demais.

  1. Pense nos seus sonhos a longo prazo

Organize seu orçamento sempre priorizando seus projetos a longo prazo. Você quer viajar, comprar um apartamento, fazer um curso no exterior? Então, antes de gastar com futilidades, lembre-se desses sonhos. Prefira investir em objetivos maiores.

  1. Pesquise antes de comprar

Para evitar despesas exageradas e desnecessárias, sempre pesquise preços e avalie a qualidade dos produtos antes de comprar qualquer item. Compare os valores em diferentes estabelecimentos e priorize sempre aqueles que forem mais acessíveis ao seu orçamento.

Você vai se interessar por:

Seu nome protegido

Se você convive com dívidas, precisa conhecer o Vivo Alerta CPF. Entre as suas funções, está o envio de um SMS ao cliente toda vez que ocorrer uma alteração no status do seu nome nas bases de dados da Serasa Experian, toda vez que uma empresa consultar o nome do cliente nessa base de dados e ainda quando o seu nome estiver prestes a ser negativado.

Além disso, o cliente recebe exclusivas dicas antifraude e pode visualizar o relatório completo sobre o seu CPF.

> Vivo Alerta CPF: Receba alertas via SMS sempre que houver consultas a seu CPF

Pronto para deixar de ser mão aberta? Comente.

sair da casa dos pais
vale a pena economizar
vale a pena pegar empréstimo
emprestimo urgente para negativado
erros financeiros comuns
como aprender com erros de finanças