Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Viver de aluguel: como encontrar o imóvel certo para investir

A- A+

Sem precisar bater ponto ou correr atrás de clientes, o dinheiro é depositado na sua conta todos os meses. Gostou da ideia? Pois é isso que acontece com quem decide viver de aluguel. Mas será que é fácil começar?

Neste artigo, você vai entender como encontrar um imóvel ideal para investir, quais são os principais critérios que devem ser analisados e por que a iniciativa pode dar errado.

Viver de aluguel exige conhecimento do mercado

Digamos que você tenha conseguido reunir um montante considerável para investir em um imóvel, seja para pagá-lo à vista ou com parcelas de juro baixo que cabem no seu bolso. Você aciona uma imobiliária, visita dois ou três locais e decide comprar para alugar no futuro.

viver de aluguel

Visitar diversos imóveis antes de concretizar o negócio é uma das dicas. Foto: iStock, Getty Images

O negócio é concretizado, e você está feliz com a aquisição. Só que o tempo passa, as semanas viram meses, e nenhum interessado aparece. Você troca de imobiliária, mas, mesmo assim, não tem sucesso. O que deu errado?

Investir em um imóvel é considerada uma opção de investimento de baixo risco, porque não é comum que os locais se desvalorizem, a não ser em caso de preços inflacionados, bolhas imobiliárias e eventos externos – como a construção de um presídio, aumento da criminalidade no bairro ou alagamento frequente das redondezas.

Mas, mesmo que o imóvel não se desvalorize, isso não significa que há uma demanda pelo aluguel do local. Sem inquilinos, você possuirá o patrimônio, mas precisará arcar com os custos mensais e os impostos, sem obter nenhuma receita com isso. Ou seja, trata-se de um investimento de baixa liquidez, que não é sinônimo de dinheiro quando você precisar. Entendeu por que é preciso analisar o investimento com cuidado?

Você vai se interessar por:

7 dicas para a renovação de contrato de aluguel
Infográfico: Entenda o contrato de aluguel
Confira 3 cuidados para alugar um imóvel economizando dinheiro

Como encontrar um imóvel para viver de aluguel

Listamos, a seguir, algumas dicas simples para que você possa avaliar o investimento em um imóvel e tomar a melhor decisão:

Estabeleça limites e objetivos

Quanto você pretende investir? E qual o retorno esperado? Tenha em mente que o retorno do aluguel não tem sido muito interessante neste momento de juros elevados, inflação alta e estagnação do mercado imobiliário. Sem o incentivo do governo e o crescimento do passado, esse investimento se torna mais arriscado do que se costuma imaginar.

Ao fazer as contas, lembre-se de que a média para o aluguel residencial é de 0,5 a 0,8% do valor total. Nesse cenário, valeria mais a pena alocar o dinheiro em opções de renda fixa, como o Tesouro Direto, por exemplo. Há títulos que pagam o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) + 6,26%

Imóvel comercial ou residencial?

Essa é a próxima decisão a tomar. Imóveis comerciais têm uma demanda maior, o que eleva o valor do aluguel. Só que essa procura também encarece o preço do imóvel. Por outro lado, imóveis residenciais tendem a ser menos procurados, mas permitem um investimento total inferior. Essa questão também depende muito da região onde você pretende investir e de boas ofertas de imóveis na sua faixa de preço.

Qual é o bairro perfeito?

Essa resposta não é fácil. Para avaliar os bairros da sua cidade, procure comparar índices de criminalidade, distância para o centro, proximidade a estabelecimentos comerciais, disponibilidade de serviços, arborização, qualidade do fornecimento de água e energia elétrica. Além disso, é preciso entender para onde a cidade está crescendo, a fim de identificar a velocidade com que a região irá se valorizar no futuro.

Identifique a demanda

Há interessados em alugar o imóvel? Pesquise os preços praticados pelas imobiliárias e descubra inquilinos que morem no mesmo edifício, rua ou região. Além disso, pode ser válido traçar o perfil do inquilino: amigos universitários, família completa, alguém recém divorciado? Por mais que a imobiliária tente vender o imóvel como um investimento perfeito, desconfie e procure comprovar as informações.

Negocie

Enumere os pontos fracos para o corretor, argumente por que o imóvel não merece o valor que a imobiliária está pedindo e use sua inteligência para negociar. Nessa hora, vale a pena descobrir se o mercado está aquecido, com vários interessados em adquirir imóveis. Essa informação é útil para elaborar a estratégia e melhorar a abordagem.

Avalie várias opções

Visite o máximo de imóveis que puder, no mesmo bairro ou em regiões semelhantes. Isso ajuda a entender a situação do mercado e dá uma ideia ampla a respeito das intenções das imobiliárias. Mais uma vez, a dica é reunir recursos para poder assumir o protagonismo da negociação.

Feito isso, você está preparado para fazer o investimento e passar a viver de aluguel, se essa for mesmo a sua escolha. E aí, gostou da matéria? Então ajude a divulgar o artigo compartilhando o link com seus seguidores nas redes sociais. Se você tem alguma dúvida ou sugestão sobre o assunto, deixe um comentário abaixo e contribua com a troca de ideias.

Saiba como ganhar uma renda extra com aluguel
sair da casa dos pais
vale a pena investir na decoração de uma casa para alugar
dividir aluguel com alguém
não consigo pagar o aluguel
cooperativa habitacional