Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Visa ou Mastercard: veja um comparativo entre as duas bandeiras

A- A+

Na hora de fazer um novo cartão de crédito, a velha dúvida entre Visa ou Mastercard sempre vem à tona. Muitas pessoas, inclusive, têm um cartão para cada bandeira. Embora existam inúmeras outras marcas no mercado, não há como negar que essas são as mais populares.

Mas como saber qual a melhor escolha? Pode ser difícil fazer essa avaliação, pois essas empresas, na realidade, apenas autorizam o uso de sua marca na tecnologia, sendo que oferecem benefícios muito semelhantes.

O que mais pesa na hora da escolha é a instituição financeira que irá fornecer o cartão. Afinal, é ela que define as taxas, anuidades, juros e outras tarifas. Via de regra, os cartões vinculados a estabelecimentos comerciais cobram taxas ainda mais altas.

visa ou mastercard

O que mais pesa na hora da escolha é a instituição bancária que concede o cartão. Foto: iStock, Getty Images

Visa ou Mastercard no exterior?

Da mesma forma, para ter um cartão de crédito internacional, deve-se levar em conta primeiro o banco – avaliando qual oferece as melhores taxas. Mas é interessante que se opte por Visa ou Mastercard por razões óbvias. Afinal, são cartões bastante aceitos fora do Brasil.

Via de regra, as vantagens mudam conforme a categoria do cartão. Assim, os básicos cobrem os benefícios mais comuns – como pontuação em programas de milhagens – enquanto Platinum, Gold ou Black oferecem até mesmo acesso à sala VIP de aeroportos ao redor do mundo ou um assistente para ajudar a comprar o ingresso daquele show disputadíssimo.

Veja alguns números:

Visa

  • Presente em mais de 200 países
  • Aceito em mais de 28 milhões de estabelecimentos
  • Mais de US$ 4,7 trilhões operados no ano de 2014.

Mastercard

  • Presente em mais de 210 países
  • Aceito em mais de 36 milhões de estabelecimentos
  • Mais de US$ 3,6 trilhões operados em 2012.

Como ter um cartão de crédito internacional

As regras para ter um cartão de crédito internacional são praticamente as mesmas do nacional, sendo que os bancos não costumam impor muitas barreiras para a concessão. O que muda, geralmente, é valor da anuidade, que tende a ser mais alto.

Se o usuário preferir, é possível até mesmo ter o nacional e o internacional em um só cartão, mas é melhor que essa opção seja realizada antes da emissão.

Entretanto, antes de usar seu cartão no exterior, as instituições costumam exigir que o cliente ligue previamente e informe o período em que estará viajando. É uma espécie de “permissão” para uso em âmbito internacional e também uma medida de segurança.

Se você nunca usou um cartão de crédito fora do país, é preciso estar atento a algumas regras. Um engano comum é pensar que a cotação da moeda no dia da compra é que vai valer.

As administradoras geralmente utilizam a cotação de dias muito próximos ao fechamento da fatura. Portanto, não há como saber o valor certo na hora da compra. Nas compras externas, é preciso computar ainda o IOF, de 3,68% do valor gasto.

Você vai se interessar por:

Conheça os cartões Vivo

Com os Cartões de Crédito Vivo, você pode parcelar em até 12 vezes sem juros nas lojas Vivo e somar pontos no programa de recompensas Vivo Valoriza. Oferecidos em parceria com o Itaú e o Santander, eles também dão bônus e pontos para você falar mais em ligações para telefone fixo ou de longa distância, enviar SMS e acessar a internet, além de descontos em cinema e muitas outras vantagens.

> Cartões de Crédito Vivo: Conheça as vantagens

E você, escolhe Visa ou Mastercard? Deixe seu comentário.

melhores universidades do brasil
quando vale a pena ter cartão de credito
como cancelar pedido feito no cartão de crédito
reembolso no cartão de credito
formas de pagamento para fazer compras pela internet
como entender a fatura do cartão de crédito