Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Vidraceiro, chaveiro e emergências: previna-se e evite gastos

A- A+

Você já enfrentou problemas com um cano quebrado em casa em pleno final de semana? Se a resposta for negativa, você pode ser considerado um felizardo. Só quem já precisou chamar um vidraceiro, um eletricista ou um chaveiro de emergência sabe o gasto extra que isso significa, além da dor de cabeça que estes imprevistos trazem.

Final de semana é sinônimo de preços altos

O empresário Estevan Pavarin, fundador da microfranquia Help Home , especializada em manutenção, jardinagem e decoração , explica que os serviços urgentes solicitados em finais de semana são mais caros que nos dias e horários convencionais.“Os profissionais somam suas horas extras ao valor do atendimento, por conta disso o serviço se torna mais caro”, afirma. Ele ainda acrescenta que a manutenção preventiva é essencial para que surpresas desagradáveis sejam evitadas.

 

vidraceiro

Serviços de reparos no fim de semana podem custar mais caro. Foto: iStock, Getty Images

 

Pavarin explica que essa manutenção auxilia no equilíbrio do orçamento da casa, já que os imprevistos como um cano furado ou um chuveiro queimado, podem ser evitados com medidas preventivas.  “A maior variação de custo fixo nos lares é a energia. Sendo assim, é interessante a contratação de um eletricista capacitado para fazer as devidas manutenções preventivas e sugestões de adequações para redução de custo”, aponta o empresário.

Vidraceiro x chaveiro: saiba o que funciona em caso de urgência

Para evitar gastos que não estão incluídos no orçamento da casa, é aconselhável que se tenha sempre uma lista de contatos de profissionais de confiança, com quem você poderá contar em casos de emergência. Porém, é importante que você saiba os horários em que os serviços funcionam.

Se você precisar de um vidraceiro, por exemplo, precisará de um milagre para conseguir um profissional fora do horário comercial. Esse serviço, geralmente, requer a medição da área a ser reformada, como por exemplo o corte do vidro e sua colocação, trabalho que pode levar alguns dias.

Ao contrário do vidraceiro, o serviço de chaveiro funciona 24 horas por dia na maioria das cidades brasileiras. Entretanto, é interessante lembrar que este serviço pode ser caro, por esse motivo, vale a pena ter uma cópia na casa de parentes próximos ou amigos, pois o serviço de abertura de porta custa, em média, dez vezes mais que o preço de uma cópia de chave. Outra informação importante em relação ao preço é que fora do horário comercial, o valor cobrado por chaveiros sobre 20%.

No Rio Grande do Sul, por exemplo, uma cópia simples de chave custa entre R$ 5 e R$ 8. Mas caso você precise solicitar a abertura de uma porta, o serviço pode chegar a R$ 80 em horário comercial e R$ 100 à noite. No caso de veículos,  abertura de porta tem os mesmos valores, independente dos horários.

Porém se a chave do seu carro for codificada, uma cópia parte de R$ 180 se você levar o molde. Caso perca a chave e não tenha a cópia, o custo parte de R$ 380. Se o carro for mais simples o custo é bem menor, pois uma cópia da chave fica em torno de R$ 25.

Assistência é alternativa para vidraceiro e outros serviços

Caso você não tem uma reserva financeira para emergências, uma boa alternativa é fazer seguro da casa . Desta forma, urgências podem ser resolvidas de forma rápida e com garantia.

Esse tipo de assistência oferece serviços de profissionais especializados e de confiança para consertos e reparos emergenciais ou serviços de manutenção em residência. Problemas hidráulicos e elétricos, vidraceiros e chaveiros estão entre os trabalhos oferecidos pela assistência residencial.

> Vivo Multiassistência: Garanta eletricista, vidraceiro e conserto de eletrodomésticos para casa

Gostou do artigo? Compartilhe!

meu marido morreu tenho direito a pensão
quanto custa um seguro de casa
Casal sabe como fazer um jantar romântico
Mulher fazendo gastos no exterior
O seguro de saúde tem opções com e sem serviço odontológico.
Carros de pequeno porte pagam tarifa de pedágio menor. Foto: iStock, Getty Images