Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Viagem cultural: conheça destinos para ficar em contato com a arte

A- A+

Praias dominam as intenções de viagem de muitos brasileiros. Mas os destinos com areia fofinha e mar estão longe de ser as únicas possibilidades de turismo. Que tal pensar em uma viagem cultural e conhecer melhor a arte e a história local? Atrativos como museus, ruínas, sítios arqueológicos e até restaurantes e cafés tradicionais são alguns dos tipos de pontos turísticos disponíveis em diferentes destinos de viagem. Entenda melhor essas possibilidades.

Viagem cultural não se resume ao tradicional

Embora falar em cultura costume despertar a memória de locais com quadros de artistas renomados ou ainda concertos de música clássica, o conceito é mais amplo e abrange as mais variadas opções. Traços típicos de uma região, sua culinária, costumes do seu povo. Tudo isso pode fazer parte de uma viagem cultural.

Por isso, o ideal é planejar o roteiro com espaço para incluir restaurantes que ofereçam a comida local, passeios em espaços públicos que permitam o contato com a população e, é claro, também lugares que reúnam obras e apresentações que contem um pouco da história.

Uma viagem cultural permite que você entre em contato também com construções antigas, cheias de histórias. Foto: iStock, Getty Images

Uma viagem cultural permite que você entre em contato direto com a história. Foto: iStock, Getty Images

Você vai se interessar por:

Destinos para viagem cultural

Quando o objetivo é conhecer uma cultura, a escolha do roteiro vai depender dos seus objetivos. Carolina Guelber, blogueira do Vícios de Viagem, lembra que as opções mais tradicionais ainda estão localizadas na Europa, em países como Itália, Grécia, Alemanha e Paris.

A viagem para esse locais permite que você esteja em contato com construções antigas, que revelam momentos importantes da história – mas não apenas. Para quem deseja conhecer uma cultura diferente daquela a que está acostumado, a dica de Caroline são os países orientais.

Não está disposto a ir tão longe? A América Latina também permite entrar em contato com os traços e resquícios de civilizações antigas. O Peru, por exemplo, possui ainda uma das culinárias mais reconhecidas internacionalmente.

Também não esqueça, é claro, dos museus e galerias. Eles são uma oportunidade para resgatar memórias e criar um novo repertório, afirma Gisela Gueiros, mestre em História da Arte. Mas para visitar opções mais conhecidas, lembre de comprar as entradas com antecedência e planejar o dia da visita, pois as filas podem ser grandes.

Outra dica de Gisela é aproveitar as atrações que Nova Iorque oferece. Em meio à sua cena urbana, também é possível buscar espaços de arte em bairros como o Chelsea, que abriga obras de pintores como Rembrandt, Jean-Honoré Fragonard e François Boucher.

O Museum of Modern Art (MoMA) também é parada obrigatória em uma viagem cultural pela cidade, assim como a arte de rua, que reúne pintores independentes e músicos cantando o clássico blues americano.

Você também está preparando o roteiro de uma viagem cultural? Comente!

vale a pena comprar um videogame
como conseguir desconto na compra de livros
investir para viajar
viagem econômica para a Disney
o que fazer com as crianças
cartão de crédito internacional vale a pena