Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Veja qual é a cobertura de um seguro de acidentes pessoais

A- A+

Você conhece as diferenças entre um seguro de vida e um seguro de acidentes pessoais? Enquanto o primeiro, mais amplo, garante indenização nos casos de morte natural ou acidental, o outro abrange situações de morte ou invalidez permanente (total ou parcial) por acidente.

Além de garantir indenização, o seguro de acidentes pessoais pode cobrir ainda tratamento médico, desde que detalhado no contrato. “Esse seguro é bastante solicitado por quem trabalha por conta própria”, afirma Marco Rossi, presidente da Confederação Nacional das Empresas de Seguros (CNseg). “Empresários e profissionais liberais que não podem ficar sem renda em razão de acidentes são o principal público-alvo, mas o serviço pode ser contratado por qualquer pessoa, inclusive em conjunto com o seguro de vida”, completa.

acidentes-pessoais

O seguro de acidentes pessoais cobre morte ou invalidez permanente por acidente. Foto: Shutterstock

Acidentes pessoais: tipos de cobertura

Os planos de seguros de acidentes pessoais oferecem coberturas básicas e adicionais. As básicas cobrem morte e invalidez por acidente. Os tipos de cobertura do seguro por invalidez são invalidez permanente por acidente, invalidez permanente total por acidente e a invalidez permanente por acidente majorada.

A cobertura por invalidez permanente por acidente garante a indenização para perda, redução ou incapacidade funcional definitiva total por parcial de uma membro ou órgão de segurado. O valor da indenização é proporcional à lesão, podendo chegar até o limite do capital segurado.

No caso da invalidez total por acidente, a lógica é a mesma, mas o seguro só libera a indenização em caso de invalidez total do segurado. A cobertura no caso de invalidez permanente por acidente majorada atende pessoas que dependem fundamentalmente de uma parte do corpo para melhor desenvolver suas atividades, como músicos, artistas e esportistas, por exemplo.

Fora da cobertura

Além de morte natural e invalidez por doença, os seguros de acidentes pessoais não cobrem uma série de outros riscos: atos de guerra ou terrorismo; danos provenientes do uso de material nuclear; avarias decorrentes de atos ilícitos dolosos praticados pelo segurado; acidentes e lesões causados por fenômenos naturais; acidentes ocasionados pelo segurado sob uso de álcool, drogas e entorpecentes, etc.

Custos de um seguro de acidentes pessoais

Por não garantir indenizações por morte ou invalidez causada por doenças, o seguro de acidentes pessoais é mais barato do que o seguro de vida, informa o  presidente da CNseg. “Na verdade, ele é um dos tipos de seguro mais baratos do mercado.” O custo do seguro de acidentes pessoais vai depender do valor de indenização desejado e das contratações complementares.

Em alguns casos, o segurado pode solicitar benefícios como o não pagamento da mensalidade do seguro em caso de desemprego, o pagamento das mensalidades escolares do filho e assistência 24 horas para residência e/ou veículo.

Outros tipos de coberturas complementares são despesas médico-hospitalares e odontológicas, diárias por internação hospitalar, diárias de incapacidade temporária e auxílio-funeral.

Mais segurança para a família

Você conhece o Seguro Acidentes Pessoais da Vivo? Com ele você tem a melhor cobertura, com benefícios que incluem minutos grátis de Vivo para Vivo nos finais de semana e sorteios mensais pela loteria federal.

> Seguros para Você: Conheça seguros de vida e acidentes pessoais
O controle financeiro pessoal e o futebol
meu marido morreu tenho direito a pensão
quanto custa um seguro de casa
Ela aposta na longevidade saudável
Conversando sobre direitos do consumidor do plano de saúde
Pacientes com mais de 60 anos têm direito a acompanhante em caso de internação. Foto: iStock, Getty Images