Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Veja quais são as regras e o retorno da poupança nova

A- A+

A poupança nova é um modelo de investimento em renda fixa semelhante à tradicional caderneta, mas com taxas diferentes. Como essa é uma das aplicações mais realizadas pelos brasileiros, especialmente aqueles que não possuem grande conhecimento sobre o mercado econômico, é importante compreender como funcionam suas variações.

Regras da poupança nova

Conforme explica o diretor da Vérios Investimentos, Felipe Sotto-Maior, a  poupança nova existe desde 2012 e tem como objetivo evitar que a sua rentabilidade supere a do Certificado de Depósito Interbancário, taxa que regula o empréstimo de dinheiro entre as instituições financeiras.

“Antes, o rendimento era fixo em 0,5% ao mês, mais a Taxa Referencial (TR). Em um cenário de juros baixos, o desempenho da poupança poderia superar o de um CDB ou fundo de renda fixa, por exemplo, que são tributados”, complementa.

De acordo com a nova regra, a remuneração ocorre a partir da taxa básica de juros da economia, a Selic. Ou seja, quando os juros são iguais ou inferiores a 8,5% ao ano, a remuneração é de 70% da Selic, mais a TR. Porém, a última vez em que isso ocorreu foi em julho de 2013. Atualmente, a Selic opera em alta, o que corresponde a mais de 8,5%. Por conta disso, vale agora a regra antiga.

Antes de investir o dinheiro que você economizou, é importante conhecer a rentabilidade do investimento, que pode ser baixa. Foto: iStock, Getty Images

Antes de investir o dinheiro que você economizou, é importante conhecer a rentabilidade do investimento. Foto: iStock, Getty Images

Poupança nova: rendimentos

Em um cenário econômico de instabilidade, o maior problema de apostar na poupança é o seu baixo rendimento. De acordo com Sotto-Maior, ele não é nem capaz de manter o poder de compra. Afinal, ele lembra que nos últimos 12 meses a inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) ficou em 8,47%. No mesmo período, a poupança rendeu apenas 7,25%.

“As únicas vantagens da poupança são sua facilidade e resgate imediato. O Tesouro Direto, por exemplo, é muito mais rentável e está muito mais fácil do que há 2 ou 3 anos atrás”, aconselha Felipe Almeida, blogueiro do O Pequeno Investidor. Outro ponto positivo é que os lucros obtidos são isentos do pagamento de Imposto de Renda, o que não ocorre na maioria dos investimentos.

Ficou na dúvida? Confira algumas das vantagens que o Tesouro Direto pode oferecer e compare os benefícios para o seu bolso:

– Os investimentos iniciam a partir de R$30

– É possível escolher entre opções de vencimento de curto, médio e longo prazo

– O título pode ser prefixado, pós-fixado ou ainda indexados à taxa Selic ou IPCA

– Como o governo é o credor, a modalidade oferece segurança de retorno

– A liquidez é diária e permite que você resgate o dinheiro em um curto período.

> Seguros para Você: Conheça seguros de vida e acidentes pessoais

Gostou das dicas sobre poupança nova? Compartilhe!

O controle financeiro pessoal e o futebol
investir em imóvel na planta vale a pena
vale a pena investir na decoração de uma casa para alugar
vale a pena ter seguro de vida
dinheiro poupança pode ser penhorado
por que a poupança rende tão pouco