Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Veja quais fatores levar em conta ao comparar investimentos

A- A+

Para quem quer fazer aplicações e ver o seu dinheiro render, comparar investimentos é tarefa das mais básicas. Sem a definição exata de qual modelo é o mais adequado ao seu perfil, a chance de alcançar os resultados esperados é menor. Não sabe por onde começar? Então veja quais são os principais itens para levar em conta na hora de escolher.

Dicas para comparar investimentos

Dinheiro disponível e custos envolvidos

Antes de optar por um tipo de investimento, é preciso ter claro qual é o capital a ser aplicado. De acordo com o fundador do General Investidor, Bruno Papi, é a definição desse valor que vai ajudar você a entender se a aplicação será feita de uma vez só ou mensalmente, de acordo com as suas intenções.

Também não esqueça de avaliar os custos envolvidos nas operações, sejam as taxas administrativas, o Imposto de Operações Financeiras (IOF) ou mesmo o valor deduzido no Imposto de Renda. Calcular também os descontos é uma forma de chegar à rentabilidade exata que você terá.

Opções como a caderneta de poupança, a Letra de Crédito Agrícola e a Letra de Crédito Imobiliário são casos em que há isenção no Imposto de Renda. Para quem não possui experiência na área, uma boa ideia é conversar com o gerente do banco e até com um consultor financeiro, que poderão indicar o melhor caminho para ver o seu dinheiro crescer.

Objetivo

“Quando um investidor busca os investimentos, ele precisa ter claro em sua mente quais são seus objetivos, como a compra de um imóvel, de um carro, a aposentadoria ou a independência financeira”, pontua Papi. A partir do objetivo, é possível definir quais opções vão render o lucro necessário, sem comprometer as finanças.

Aqui, é fundamental observar o histórico de rentabilidade do investimento e avaliar as possibilidades de prejuízo, que também podem existir. Apostar na Bolsa de Valores, por exemplo, pode render bons lucros, principalmente para quem conhece o mercado, mas pode levar o investidor a amargar perdas.

Você deve levar em conta o prazo de investimento ao comparar os investimentos. Foto: iStock, Getty Images

Capital disponível, objetivos e prazo são três itens fundamentais para quem quer investir. Foto: iStock, Getty Images

Prazo de investimentos

Ao planejar o investimento, não deixe de levar em conta também o prazo pelo qual você pretende deixar esse dinheiro aplicado. Isso fará grande diferença, pois existem aplicações de curto, médio e longo prazo. Em algumas delas, retirar o dinheiro antes da hora pode, inclusive, gerar prejuízo.

Se você pode precisar do valor alguns meses depois de investir, não é aconselhável correr riscos e apostar em opções que costumam apresentar pouca estabilidade. Se a reserva é específica para o investimento e não vai comprometer seus planos, aplicações com rentabilidade e riscos maiores podem ser estudadas.

Cartões de crédito com benefícios

Quer mais praticidade e segurança para movimentar o seu dinheiro? Os Cartões de Crédito Vivo, em parceria com o Itaú e o Santander, dão bônus e pontos para você falar mais em ligações para telefone fixo ou de longa distância, enviar SMS e acessar a internet, além de descontos em cinema e muitas outras vantagens.

> Cartões de Crédito Vivo: Conheça as vantagens

Gostou das dicas para comparar investimentos? Compartilhe!

investir em imóvel na planta vale a pena
vale a pena investir na decoração de uma casa para alugar
vale a pena ter seguro de vida
melhores universidades do brasil
quando vale a pena ter cartão de credito
dinheiro poupança pode ser penhorado