Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Veja o que você precisa para aumentar seu limite de crédito

A- A+

Ao abrir uma conta em banco, você recebe um cartão para realizar compras, pagamentos e saques. A partir de uma análise dos seus dados, a instituição também oferece um limite de crédito, que fica disponível para uso de maneira automática.

Com o passar do tempo, as suas necessidades de crédito aumentam e o limite nem sempre é atualizado. Quando isso acontece, é possível conseguir um aumento desse valor. Conforme explica Marcelo Claudino, educador financeiro da TopConsulting, para isso vai ser necessário consultar a administradora do cartão ou o gerente de sua conta corrente.

Dicas para aumentar o limite de crédito

Mas, afinal, o que é necessário para que o aumento do limite de crédito seja aceito? As regras variam de acordo com a instituição a qual você está vinculada, mas costumam seguir um padrão. A principal dica é fazer uma análise dos seus dados e ter uma proposta realista em mãos.

Um dos analisados, por exemplo, é o valor da sua renda. Ou seja, o pedido de aumento deve ser compatível com o orçamento que você possui disponível mensalmente. Também é preciso saber qual é o momento certo de fazer a solicitação: ao receber um aumento, ter uma diminuição nos gastos ou mesmo ao conseguir um novo emprego.

Lembre-se ainda de que o limite de crédito que o banco oferece funciona como um empréstimo, que precisa ser devolvido dentro dos prazos estabelecidos. Na prática, isso significa que a instituição financeira vai avaliar o seu histórico como pagador e que dívidas em aberto podem dificultar o aumento.

limite-de-credito

Limite de crédito costuma manter referência da renda mensal do cliente. Foto: iStock, Getty Images

Cuidados com o aumento do limite de crédito

Mas, embora aumentar o limite funcione ser uma alternativa para manter o padrão de vida que você deseja, também pode ser um problema quando utilizado de maneira incorreta. Se você não possui um controle financeiro e desconhece quais são os gastos que comprometem a sua renda, ter mais crédito pode significar ainda o aumento das dívidas, pondera o educador financeiro Pedro Braggio, especialista em consultoria financeira familiar.

Para Claudino, esse é um recurso que só deve ser utilizado quando há uma situação de dificuldade temporária, que exige a mudança. Se o objetivo é apenas ter mais opções de consumo, ele alerta que a decisão pode se transformar em um problema para o orçamento. Afinal, você aumenta os gastos, mas a sua renda permanece a mesma.

Ao invés de aumentar o limite de crédito

Se o dinheiro que você possui disponível não parece suficiente e aumentar o limite de crédito não é uma possibilidade, a principal alternativa é recorrer à adequação dos gastos. Com o planejamento das finanças, é possível não apenas reduzir gastos, mas também estabelecer uma relação mais consciente de consumo. Não sabe como começar? Confira as dicas de Claudino:

– Energia elétrica: reduza o tempo no banho, prefira secar o cabelo naturalmente e retire aparelhos que não estiverem em uso da tomada

– Transporte: compartilhe o transporte para o trabalho com colegas, a partir de um sistema de caronas que diminua os custos, a partir da economia com combustível e estacionamento

– Alimentação: quando possível, leve o lanche ou almoço preparado em casa e evite pedir comida em casa diversas vezes na semana

– Tecnologia: avalie o seu plano de televisão e internet. Nem sempre é necessário manter uma quantidade tão grande de canais ou uma velocidade tão potente.

> Seguros para seus bens: Proteção da sua casa até sua bolsa, mochila e carteira

Você está na dúvida sobre o seu limite de crédito? Comente!

valor das tarifas bancárias
por que os juros são altos no Brasil
Mulher consulta cobrança de anuidade
Cartão de crédito para menor de 18 anos
Casal consultando a fatura online
Mulher usando o seu cartão de crédito Caixa.