Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Veja o calendário de restituição do Imposto de Renda 2016

A- A+

Com o prazo fazer o acerto de contas com o Fisco se aproximando do fim, o contribuinte pode começar a planejar também o dinheiro a receber na restituição do Imposto de Renda 2016. A Receita Federal, responsável pelo processo, programou sete lotes para este ano, que vão de junho a dezembro.

O contribuinte assalariado com carteira assinada tem uma parte do imposto descontado na folha de pagamento e, se no decorrer do ano, pagou a mais do que deveria, tem direito a receber o dinheiro de volta.

Para saber se é o seu caso, você precisa fazer a declaração no programa do Imposto de Renda e registrar deduções, como dependentes e despesas médicas. O software vai fazer o cálculo e, em alguns casos, pode ser que o contribuinte tenha direito à restituição do Imposto de Renda 2016.

Até a data que o dinheiro for liberado para resgate, as quantias são atualizadas de acordo com a taxa Selic, que hoje é de 14,25%. A partir do momento que a restituição está à disposição para ser sacada, porém, não há mais acréscimo.

Homem calcula sua restituição do Imposto de Renda 2016

Contribuinte que teve muitas deduções pode ter dinheiro a receber da Receita. Foto: iStock, Getty Images

Calendário de restituição do Imposto de Renda 2016

A Receita Federal divulgou o calendário com as datas de pagamento da restituição do Imposto de Renda 2016. Não há como saber em qual delas você será contemplado, apenas que a prioridade é para idosos com mais de 60 anos, portadores de deficiência física, mental ou doença grave e, depois, para contribuintes que enviam a declaração no início do prazo.

Se você entregou a declaração no início do prazo, mas depois precisou enviar uma versão retificadora para corrigir algum erro, a Receita Federal vai considerar, na lista de prioridades, a data de envio da retificação, não da declaração original.

Confira as datas de envio do dinheiro:

  • 1º lote: 15 de junho de 2016
  • 2º lote: 15 de julho de 2016
  • 3º lote: 15 de agosto de 2016
  • 4º lote: 15 de setembro de 2016
  • 5º lote: 17 de outubro de 2016
  • 6º lote: 16 de novembro de 2016
  • 7º lote: 15 de dezembro de 2016.

Como saber se a minha restituição foi liberada?

Você pode consultar a sua situação online, acessando a página da restituição do Imposto de Renda 2016, no site da Receita Federal. Ali, é possível ainda conferir orientações gerais, o cronograma que apresentamos acima, formulário para atualização dos dados bancários (para receber o dinheiro na conta correta) e outras informações.

Para verificar qual é a sua situação quanto à restituição, clique na opção Consulta Restituições IRPF e preencha os campos com seu CPF e data de nascimento. Também é possível descobrir essa informação ligando para o Receitafone, no número 146, opção 3. Para receber um aviso pelo celular quando a restituição for liberada para o resgate, você precisa clicar na opção Mensagem SMS e solicitar e ativar o serviço, que é gratuito.

Você vai se interessar por:

Monitore e proteja seu CPF

Documento essencial para estar com a prestação de contas em dia com o Fisco, o CPF merece todos os cuidados. Para monitorar e proteger seu principal documento, você pode contar com o Vivo Alerta CPF.

Entre as suas funções, está o envio de um SMS ao cliente toda vez que ocorrer uma alteração no status do seu nome nas bases de dados da Serasa Experian, toda vez que uma empresa consultar o nome do cliente nessa base de dados e ainda quando o seu nome estiver prestes a ser negativado.

Além disso, o cliente recebe exclusivas dicas antifraude e pode visualizar o relatório completo sobre o seu CPF.

> Vivo Alerta CPF: Receba alertas via SMS sempre que houver consultas a seu CPF

Gostou das nossas dicas sobre restituição do Imposto de Renda 2016? Então, compartilhe o conteúdo.

sair da casa dos pais
vale a pena economizar
vale a pena pegar empréstimo
emprestimo urgente para negativado
erros financeiros comuns
como aprender com erros de finanças