Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Veja fatores a considerar antes de ter um animal de estimação

A- A+

Está pensando em adotar ou comprar um animal de estimação para sua família? Ter a companhia de um bichinho é uma alegria, mas também traz responsabilidades que precisam ser consideradas antes de tomar a decisão. É preciso avaliar que mudanças serão necessárias na sua rotina e quanto tempo você terá de dedicar ao novo morador.

“Não é só tempo de passeio, mas higiene, limpeza do local, brincar com eles, dar carinho e atenção. Muitas pessoas pensam que o gato, por exemplo, não dá tanto trabalho e não precisa de atenção, mas ele também precisa brincar, não pode ficar o dia inteiro sozinho”, acrescenta a médica veterinária Joice Peruzzi, da Secretaria Especial dos Direitos Animais de Porto Alegre.

Também é preciso estabelecer previamente onde o animal de estimação fará suas necessidades. Esse local deve ser distante de onde ele irá comer e dormir. Opte por caixa de areia para gatos e por jornal ou tapete higiênico para cães.

animal-de-estimação

Custos com o seu pet devem ser incluídos na organização financeira da casa. Foto: iStock, Getty Images

Ambiente para seu animal de estimação

Segundo Joice, a principal diferença entre a casa e o apartamento aparece na hora da eliminação de resíduos. Ela também alerta que cães, mesmo os que moram em casa, necessitam de um passeio de diário, ainda que não tenham a mesma necessidade de atividades físicas.

Em apartamentos, é importante colocar telas nas janelas para evitar quedas que causem lesão ou até óbitos, especialmente no caso de gatos. É preciso ficar de olho em fios e tomadas, limitando o acesso para que eles não se machuquem.

Gastos com o animal de estimação

Um gasto que pode ser eliminado logo de cara é o da compra do animal. Ao invés disso, que tal pensar na adoção responsável? Ao adotar, você ajuda a diminuir o número de bichos abandonados nas ruas.

Na rotina, o principal gasto é com a alimentação, cujos valores dependem do tipo de ração, que deve ser adequada com a idade, tamanho e tipo de pelagem do animal de estimação. Se você não tem certeza de qual é a comida mais adequado, consultar um médico veterinário é a melhor solução.

Gastos regulares também incluem a aplicação de antipulgas, vermífugos, vacinas e idas ao veterinário para avaliações. Há também o dinheiro aplicado em soluções opcionais, como castração, brinquedos, camas, roupas, banho e tosa, além de hospedagem em com hotéis ou clínicas para o caso de viagens em que familiares ou amigos não possam tomar conta.

Gasto mensal

Uma pesquisa do Instituto Pet Brasil (IPB), realizada entre junho e agosto de 2014 em São Paulo (capital e interior de SP), Rio de Janeiro (RJ), Porto Alegre (RS), Fortaleza (CE), Salvador (BA) e Aracaju (SE), coletou informações sobre o gasto mensal com ração, vacinas, banho, tosa e controle de pulgas, entre outros. A pesquisa mostrou que, com produtos standard, o custo mensal do cachorro pode ser de R$ 133 (pequeno porte), R$ 227 (médio) e R$ 315 (grande porte). Com o uso de produtos premium, porém, esses valores sobem para R$ 372 (raças pequenas), R$ 587 (médias) e R$ 859 (grandes).

Orçamento - cão

Veja 4 dicas para não errar

  • Escolha correta: lembre-se que o animal é um companheiro e não um brinquedo. O primeiro passo para escolher um bicho de estimação é avaliar quanto tempo e espaço você possui disponível e se há a presença de crianças na sua casa
  • Novas companhias: introduzir um novo animal na casa pode não ser uma boa. Antes de fazer a opção, é preciso fazer uma avaliação individual para ver se o seu bicho de estimação recebe bem a companhia de outro
  • Quantidade de comida: cuide para não deixar seu animal de estimação obeso. Joyce alerta que os donos costumam pesar a mão na hora de alimentar os bichinhos e erram ao não levar em conta que rações são alimentos concentrados ou a comparar com a refeição humana, que é totalmente diferente
  • Idade do bicho: a veterinária recomenda ainda que se opte por um animal adulto, acima de um ano. Segundo ela, filhotes dão mais trabalho para educar, ficam doentes mais facilmente e há maior dificuldade para prever que tipo de comportamento terão no futuro.

As dicas de como economizar com um animal de estimação fizeram você se lembrar de alguém? Compartilhe!

É importante entender de finanças bem antes de sair de casa.
como lidar com a avareza
parcelar festa de casamento
abrir uma empresa de contabilidade
Queda do consumo das famílias brasileiras
Homem procurando uma casa de família para deixar seu cachorro.