Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Veja em 6 dicas como investir em imóveis comerciais

A- A+

Você passou um bom tempo da sua vida juntando algumas economias para ter uma renda extra na aposentadoria? Essa pode ser uma boa ideia mesmo. Ao saber como investir em imóveis, você amplia as possibilidades de lucro e reduz os riscos de perder dinheiro.

Para o diretor de Locação do Secovi-SP, Mark Turnbull, a aplicação em imóveis comerciais ainda é um ótimo negócio, mesmo na atual conjuntura econômica. “É preciso levar em consideração que é um negócio de longo prazo, e que o local tende a valorizar com o passar os anos”, adianta.

Homem estuda como investir em imóveis

Localização e condições do imóvel comercial são pontos essenciais para a escolha. Foto: iStock, Getty Images

Como investir em imóveis comerciais

Quer saber como investir em imóveis comerciais? As dicas a seguir podem ajudar. Veja quais são as principais recomendações de Turnbull:

1. Avalie a localização

Esse é, sem dúvida, o ponto mais importante. Entretanto, cada tipo de imóvel – voltado a escritórios, varejo ou espaços comerciais menores – tem suas características. Em linhas gerais, deve-se analisar o potencial da rua para aquele tipo de ocupação. Tem transporte público próximo? Tem estacionamento interno ou na rua?

Lembre-se que o ponto precisa gerar renda nos próximos 15 a 20 anos. Também é importante ver se há procura pela região, se o preço é compatível, se as instalações estão de acordo com o que a prefeitura coloca no Código de Obras, que tipo de empresa vai ocupar o local.

2. Credibilidade e documentação

Se o imóvel ainda está na planta, procure referências da incorporadora. Se já está pronto, verifique se a documentação está em dia e se os impostos estão pagos. Certifique-se que não haverá nenhum ônus na compra.

3. Informe-se sobre a administração

Quando o imóvel está dentro de um condomínio, é fundamental verificar se a administradora é de confiança, se faz um bom trabalho. A má administração acarreta em muitos problemas mal resolvidos e valores mais altos, gerando a saída dos condôminos com facilidade.

4. Seja flexível

Imóvel parado é perigoso para o proprietário. Por isso, é importante ser flexível nos preços do aluguel. “Se você acha que o metro quadrado está valendo R$ 80, mas o mercado está pagando R$ 40, aceite o valor de mercado. É melhor ter um locatário arcando com condomínio e IPTU, mesmo pagando menos, do que você ficar sem renda e ainda pagar as despesas”, lembra Turnbull.

5. Aluguel, sim. Revenda, não

Comprar um espaço – seja pronto ou na planta – para alugar é um excelente negócio. Mas revender para gerar lucro não é um negócio indicado para pessoa física. Essa iniciativa é para os grandes investidores, que já possuem uma estrutura e capitalização para esperar valorizar o patrimônio.

6. Atenção à negociação

A oferta de imóveis está grande. A demanda, nem tanto. Ao comprar um imóvel desocupado, pode-se negociar um desconto no valor. Já os ocupados tendem a subir a margem, uma vez que já estão entregando um imóvel com receita. Fique atento.

Você vai se interessar por:

Segurança para você e sua família

Além de investir em imóveis e estar com suas finanças protegidas, manter a segurança da sua família é o melhor negócio. Com o Seguro de Vida Plus, você protege seus beneficiários em caso de morte e morte acidental e ainda conta com auxílio funeral. Entre em contato com Central de Relacionamento – Parceria Seguros Vivo e contrate o seu.

> Seguros para Você: Conheça seguros de vida e acidentes pessoais

Viu como investir em imóveis fica fácil com uma boa estratégia? Compartilhe as dicas!

O controle financeiro pessoal e o futebol
quando vale a pena comprar título de capitalização
oscilações da Bolsa de Valores
investir para viajar
agência de classificação de risco
investimento para quem tem ate R$ 10 mil