Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Veja e adote 10 cuidados de segurança ao preencher cheque

A- A+

Você vai pagar por uma compra e percebe que esqueceu dinheiro e nem mesmo o cartão está em mãos. Nessa hora, resta a opção de preencher cheque, se um talão estiver disponível. Mas como fazer isso com segurança?

Essa ferramenta de pagamento pode ser cada vez menos usada, mas ainda não foi extinta. É verdade que, só em 2015, houve queda de 10% na sua emissão, segundo o Banco Central, mas muitas pessoas ainda gostam mais de preencher cheque do que pagar com outros meios.

Cuidados ao preencher cheque

Inserir no cheque as informações corretamente ajuda a evitar fraudes. Foto: Marcos Santos, USP Imagens

Como preencher cheque com segurança

Seja para emergências ou por questão de preferência do usuário, é importante adotar procedimentos de segurança ao preencher cheque. Afinal, casos de falsificação não são raros.

1. Nunca coloque dados pessoais no verso

Antigamente, essa prática era comum. Hoje, porém, pode dar margem para o planejamento de um sequestro ou outros crimes – principalmente se o estabelecimento for assaltado. Se for realmente necessário, coloque um telefone comercial.

2. Preencha o cheque atentamente

Inserir as informações de forma correta ao preencher cheque ajuda a evitar fraudes.

3. Use símbolos

No campo onde será preenchido o valor (canto superior direito), você pode desenhar o símbolo jogo da velha (#) antes e depois do valor. Assim, evita que essa informação seja alterada por terceiros.

4. Cuide com espaços em branco

Logo abaixo, no campo em que você precisa colocar o valor por extenso, não é seguro deixar espaços em branco. Portanto, assim que terminar de escrever, preencha o restante com uma linha. Para dobrar a segurança, escreva o valor entre parênteses.

5. Recorra ao cheque nominal

Se quiser garantir que apenas uma pessoa poderá descontar ou depositar o cheque, faça isso de forma nominal. No campo onde diz “a” (logo abaixo do valor por extenso) escreva o nome completo dessa pessoa, ou razão social do estabelecimento.

6. Entenda o cheque ao portador

No valor de até R$ 100,00, o cheque pode ser do tipo “ao portador”, o que significa que qualquer pessoa pode descontá-lo. Acima disso, ele deve ser nominal, conforme as regras da Federação Brasileira dos Bancos (Febraban).

7. Cruze o cheque

O ato de cruzar o cheque, fazendo dois traços paralelos na diagonal da folha, também torna o pagamento mais seguro.

8. Atente ao pré-datado

O cheque pré-datado é uma opção de pagamento parcelado, porém os bancos aceitam os cheques, independentemente da data. Assim, existe a possibilidade de o credor descontar antes. Por isso, só emita a folha a estabelecimentos de confiança.

9. Conheça seus direitos

Se descontarem um cheque pré-datado antes da data combinada, você receber uma indenização por danos morais (sobretudo se ficar com nome sujo). Essa regra vale desde 2009.

10. Previna-se

Em caso de roubo ou perda de cheques emitidos, você pode sustá-lo. Entretanto, o banco cobra por esse serviço, que funciona mediante apresentação do boletim de ocorrência. E isso não isenta você do pagamento devido.

Você vai se interessar por:

Organize suas finanças

Para aprender a controlar as contas do lar, é preciso ouvir quem sabe. Se você quer usar o seu dinheiro de um jeito mais inteligente, conheça o Vivo Finanças Pessoais. Com ele, você recebe mensagens e participa de jogos que lhe ajudam a controlar seus gastos, poupar e investir. E você ainda participa de sorteios diários.

> Vivo Finanças Pessoais: Receba dicas por SMS e concorra a R$ 2.500 todos os dias

Gostou das dicas para preencher cheque com segurança? Compartilhe!

Como ter uma boa qualidade de vida
Uber tem Perfil Família
Uber Família
Falha no sistema ao passar cartão
Curitiba tem sistema de cobrança eletrônica nos ônibus
Idenficando falha no débito automático