Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Veja como se proteger do roubo de celular

A- A+

Mais da metade das ocorrências de assalto no Estado de São Paulo envolvem roubo de celular, segundo estatísticas divulgadas pela Secretaria de Segurança Pública (SSP). Somente em janeiro deste ano, 52,11% das ocorrências de roubo envolveram celulares.

O roubo de celular tem ajudado a engordar os números de assaltos em geral em todo o país. As ocorrências com celulares foram determinantes, em São Paulo, no crescimento de 20,6% dos roubos de 2013 para 2014. Especificamente, os roubos de celulares cresceram 149,59% naquele ano, segundo a SSP.

roubo-de-celular foto do shutterstock

Usuários de smartphones podem fazer seguros para diminuir prejuízo. Foto: Shutterstock

Como se proteger do roubo de celular

Usuários de celulares, principalmente de smartphones, devem redobrar o cuidado ao andar pelas ruas com os seus aparelhos. Confira as dicas de Niv Yosseff, especialista em segurança do Grupo GR, que atua no segmento há mais de 20 anos, para minimizar os riscos de assalto.

– Utilize os recursos de bloqueio com senha em seu aparelho celular, assim, somente você terá acesso às informações.

Atender o celular na rua deixa o usuário distraído e, ao mesmo tempo, vulnerável.

Não use celular na cintura ou no bolso, pois facilita a ação dos assaltantes.

– Evite chamar a atenção. Deixe o seu aparelho no modo vibratório ou silencioso.

– Não deixe seu celular à mostra.

– Não deixe seu celular sobre mesas, balcões e cadeiras de restaurantes e lojas.

O que fazer após o roubo de celular?

Assim como você tem seu CPF, seu celular também possui um código que é só dele: o IMEI. Com esse número, o usuário pode solicitar à operadora o bloqueio do aparelho. Esse recurso bloqueia a linha e deixa o dispositivo sem uso. Esse número está disponível atrás da bateria e na nota fiscal do aparelho.

Além disso, é possível descobrir o IMEI digitando o comando *#06#, como se fosse fazer uma ligação. Depois de executar esse comando, é importante anotar o número e guardá-lo em local seguro, para usar em caso de perda, roubo ou furto do aparelho.

Além disso, se você possui um smartphone Android, iOS ou Windows Phone, mantenha ativado o sistema de localização do aparelho. Mas atenção: não se arrisque a procurar pelo aparelho sozinho. Sempre peça a ajuda da polícia.

No caso do Android, o usuário pode entrar no Gerenciador de Dispositivos Android. Se o telefone estiver conectado à internet, além de descobrir a localização do aparelho no mapa, o dono pode fazer o aparelho tocar, bloqueá-lo remotamente exigindo senha para acesso ou até mesmo apagar todas as informações nele contidas.

Donos de iPhone devem entrar no Find My iPhone do iCloud. Da mesma forma que no Android, se estiver conectado na internet, o celular pode ser localizado, bloqueado, receber uma mensagem ou enviar mensagens ao dono com todas as ações realizadas no aparelho.

Usuários de Windows Phone podem tentar localizar o aparelho pela página Meu Windows Phone. Nela, ele pode fazer tocar, travar, apagar ou mostrar o telefone em um mapa a partir de qualquer computador conectado à internet.

Seguros contra roubo de celular

Para evitar prejuízos, o usuário pode contratar um seguro contra roubo de celular, principalmente se possui um smartphone caro e se expõe a riscos, como andar em áreas mais violentas, por exemplo.

O funcionamento é semelhante ao seguro do carro. O proprietário do aparelho paga uma mensalidade que varia conforme o valor do aparelho segurado. Normalmente, esse tipo de seguro cobre roubo (quando foi aplicada violência no assalto) ou furto qualificado (quando não há violência contra uma pessoa, mas rompimento de um obstáculo, como arrombamento de uma casa).

Proteja o seu celular

O Vivo Proteção Celular oferece proteção contra roubo ou furto qualificado para aparelhos celulares, modem internet 3G e tablets. Além disso, você concorre a sorteios mensais no valor de R$ 10 mil enquanto estiver em dia com o pagamento do seguro. Conheça:

> Proteção Celular: Conheça o seguro contra roubo e furto do aparelho

E você, tem uma boa dica para evitar assaltos ou furtos de celular? Deixe seu comentário.

queda do dólar
LG G5 SE ou iPhone SE
LG X Screen
relógio ou celular
viajar para a China
viajar para a Tailândia