Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Veja como sair de uma crise financeira em 4 etapas

A- A+

Está com o nome sujo na praça e não consegue dormir por não saber como se livrar dessa situação? A primeira medida a adotar é ter calma e não se desesperar. Você pode aprender como sair de uma crise financeira, mas saiba, desde já, que será necessário um grande esforço pessoal para que as finanças sejam organizadas.

Na maioria das vezes, uma situação econômica difícil poderia ter sido evitada, pois teve origem em hábitos financeiros pouco recomendáveis. Mas se a prevenção foi ignorada e você está em uma emergência, é preciso arregaçar as mangas e partir para a ação.

Mulher não sabe como sair de uma crise financeira

As dívidas acabam com o sono de qualquer um, mas é necessário manter a calma. Foto: iStock, Getty Images

Como sair de uma crise financeira

Se você ter disciplina e seguir as quatro etapas abaixo, a crise será coisa do passado. Leia com atenção e coloque os conselhos em prática:

1. Priorize

Antes de tudo, coloque no papel quanto você deve e quais são os seus gastos mensais – despesas variáveis e fixas. Então, faça um ranking de prioridades entre os seus débitos. Coloque em primeiro lugar os financiamentos de bens, como um imóvel ou um carro, porque há o risco de perdê-los.

Quanto às despesas ordinárias que não representam uma dívida, passe a tesoura. É claro que você não vai passar fome ou extinguir sua vida social, mas até um certo ponto convém radicalizar e manter somente os gastos mais básicos, pelo menos até a situação melhorar. Corte a TV a cabo, cancele a assinatura de jornais e revistas (informe-se pela internet) e a mensalidade da academia (exercite-se em casa e na rua).

2. Negocie

Esqueça a vergonha e vá conversar com o credor. Exponha a sua situação e sua intenção de arcar com os compromissos e tente buscar um acordo. A empresa para a qual você deve pode negociar parcelas mais suaves porque terá a sua garantia de que os compromissos serão cumpridos. É claro que você precisa ter certeza de que, dessa vez, conseguirá pagar as faturas.

Um conselho comum é “trocar uma dívida por outra”, ou seja, pedir um empréstimo bancário que permita pagar todos os compromissos de uma vez só. Mas cuidado: calcule todas as variáveis possíveis, porque se as parcelas forem muito baixas, você poderá ter um custo final muito maior. Use essa estratégia apenas se sua dívida tiver juros difíceis de pagar, como no rotativo do cartão e cheque especial.

3. Venda

Faça um completo inventário de itens na sua casa. Junte roupas, CDs, móveis e aparelhos que você não usa ou não quer mais e venda-os para brechós e antiquários, ou então em sites como o Mercado Livre e OLX.

Essa é uma estratégia não apenas para ganhar um dinheiro extra – pois não há como sair de uma crise financeira só com isso -, mas também para você treinar o desapego e acumular menos bens materiais, aprendendo a viver uma vida mais econômica.

4. Poupe

Se os passos anteriores deram certo, você está com as dívidas negociadas e já consegue dormir melhor. Mas não se apresse em comemorar. Você só vai sair de fato da crise quando terminar de pagar as dívidas e conseguir poupar algum dinheiro. Procure guardar na poupança pelo menos 10% do seu salário. Assim, se algum imprevisto chegar, você terá uma boa reserva e não precisará fazer uma nova dívida.

Você vai se interessar por:

Seu nome protegido

Se você convive com dívidas, precisa conhecer o Vivo Alerta CPF. Entre as suas funções, está o envio de um SMS ao cliente toda vez que ocorrer uma alteração no status do seu nome nas bases de dados da Serasa Experian, toda vez que uma empresa consultar o nome do cliente nessa base de dados e ainda quando o seu nome estiver prestes a ser negativado.

Além disso, o cliente recebe exclusivas dicas antifraude e pode visualizar o relatório completo sobre o seu CPF.

> Vivo Alerta CPF: Receba alertas via SMS sempre que houver consultas a seu CPF

Aprendeu como sair de uma crise financeira? Compartilhe as dicas e cadastre-se para receba nossa newsletter.

sair da casa dos pais
vale a pena economizar
vale a pena pegar empréstimo
emprestimo urgente para negativado
erros financeiros comuns
como aprender com erros de finanças