Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Veja como organizar finanças enquanto busca nova oportunidade de trabalho

A- A+

Até 2016, mais brasileiros estarão no mercado de trabalho novamente atrás de uma oportunidade de trabalho. De acordo com projeções do BNP Paribas, em 2016 o desemprego no país deve chegar a 8,8% se a alta taxa de juros e a recessão econômica continuarem.

Em 2015, a taxa de desemprego subiu para 6,7% só no mês de maio, o que equivale a um milhão e meio de pessoas desempregadas, segundo a Pesquisa Mensal de Emprego (PME) divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Essa é a maior taxa registrada desde 2010, quando atingiu 7,5%.

Com a alta da taxa de desemprego, a grande questão a ser resolvida nesse período de crise é: como estabilizar as finanças enquanto se busca uma oportunidade de trabalho?

seudinheiro-Oportunidade-de-trabalho

Investir dinheiro guardado pode ser boa opção para começar negócio. Foto: iStock, by Getty Images

“O gerenciamento dos ganhos nesse período de dificuldades e principalmente o policiamento nos gastos é que farão a diferença.” afirma Cristian Miguel, consultor e gerente jurídico da Fiel Consultoria. Ou seja, é o momento de apertar o cinto, cortar os gastos desnecessários e manter apenas o que é essencial até que outra oportunidade de trabalho apareça e a situação financeira melhorar.

E quando imprevisto acontecem?

Todos estamos sujeitos a imprevistos, mas como contornar esses gastos que fogem do planejamento? Em último caso, é possível recorrer ao empréstimo financeiro, contudo, é preciso cautela.

Você vai se interessar por:
Licença do trabalho pode ser oportunidade para montar negócio
Setor de serviços é uma boa oportunidade de emprego
Conheça sites para buscar vagas de empregos online

“Deve-se optar por um tipo de crédito que tenha o menor custo possível, lembrando que o cheque especial e o rotativo do cartão de crédito são os tipos mais caros.” salienta o consultor e gerente jurídico da Fiel Consultoria.

Oportunidade de trabalho em casa?

Segundo dados do Sebrae, mais de 1 milhão de pequenos negócios foram formalizados nos 10 primeiros meses de 2014. Em 2015, o mercado segue a mesma tendência do ano anterior. As atividades mais promissoras para esse ano são aquelas voltadas para as necessidades básicas da população devido a ascensão econômica das classes C e D.

Negócios no ramo da alimentação se mostram uma boa oportunidade de trabalho. Se você tiver algum dinheiro guardado na poupança e quiser investir no próprio negócio esse é o momento.

Contudo, não esqueça que é necessário uma boa preparação antes de se lançar ao mundo dos negócios. É preciso elaborar um plano de negócio e se capacitar.

Entendendo o seguro desemprego

Muitas pessoas que perderam seus empregos nesse período estão recebendo o seguro desemprego, enquanto buscam uma oportunidade de trabalho. Por isso, se você é uma dessas pessoas, é importante entender como funciona a liberação das parcelas e como é feito o cálculo de seus valores para se planejar financeiramente.

Trabalhadores que foram dispensados sem justa causa:

O trabalhador tem direito a três parcelas do seguro desemprego se conseguir comprovar vínculo empregatício de 6 a 11 meses. Terá direito a quatro parcelas o indivíduo que comprovar vínculo de 12 a 23 meses, nos últimos 36 meses. E para quem trabalhou mais de 24 meses, no últimos 36 meses, serão liberadas cinco parcelas do seguro. Essa tabela seguro desemprego 2015 é válida desde janeiro de 2014.

Como é feito o cálculo da parcela?

Se o salário médio de até R$1.151,06, multiplica-se o salário médio por 0.8 (80%). E se os valores forem de R$ 1.151,07 até R$ 1.918,62, o salário deve ser multiplicado por 0.5 (50%) e soma-se a 920,85.

Se os valores que ultrapassarem R$ 1.918,62, a parcela será invariavelmente no valor de R$ 1.304,63. O trabalhador também deve ter em mente que o benefício não deve ser inferior ao salário mínimo.

Gostou das dicas de oportunidade de trabalho? Deixe seu comentário.

vale a pena pedir demissão
trabalho temporario no canadá
trabalho temporario nos EUA para brasileiros em 2016
profissões inusitadas e alternativas
ideias de negócios para 2016
fantasma do desemprego