Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Veja como manter crédito no celular em caso de desemprego

A- A+

Você está trabalhando, recebendo mensalmente seu salário e controlando o orçamento. Mas, de repente, vem uma crise, e você acaba sem emprego. Situações como essa são um risco e fazem com que o trabalhador tenha que reprogramar todo o orçamento e escolher quais os gastos são mais importantes e quais devem ser deixados de lado. Como ficam, por exemplo, os créditos no celular? Nessa hora, ter um telefone é essencial para não se desligar do mercado.

Crédito no celular: serviços de seguro

Para evitar passar por esse sufoco, o usuário de celular pré-pago pode contratar um serviço de garantia de recarga. Ele funciona como uma espécie de seguro com relação ao crédito no celular que o usuário tem direito em caso de desemprego.

Seguro garante recarga no pré-pago se usuário perder emprego. Foto: iStock, Getty Images

Celular é importante para contatos após perda de emprego. Foto:Shutterstock

O serviço funciona com o pagamento de uma mensalidade enquanto você está trabalhando. Caso você fique desempregado ou afastado por um motivo de saúde, uma recarga é assegurada no valor estipulado pelo plano.

O valor mensal desembolsado para o pagamento das cotas é baixo, para que caiba no bolso do cliente. O cálculo já leva em conta o Imposto sobre Operações de Crédito (IOF), Câmbio e Seguro – e resulta em um preço médio de R$ 5 reais por mês. Perdendo a renda em pelo menos 15 dias após contratar a recarga garantida, o cliente tem direito a uma recarga de R$ 80.

Como manter ativo crédito no celular

Não são todas as operadores de telefonia móvel que oferecem o serviço de garantia de recarga, por isso, é importante que você entre em contato com a sua operadora antes de começar a planejar a contratação do seguro. Caso ele esteja disponível, basta informar ao funcionário da empresa que você deseja contratar o plano de garantia de crédito no celular.

A forma de cobrança e pagamento variam entre as diversas operadoras que disponibilizam esse tipo de opções ao seus clientes. Em algumas delas, o valor a ser pago é cobrado através de desconto no saldo de recarga mensal do contratante. Em outras, o preço deve ser pago através de boletos bancários, emitidos via internet ou enviados por correspondência para a casa do cliente.

Em casos de desemprego, o contratante precisa permanecer sem renda ou vínculo empregatício por, no mínimo, 15 dias, para que possa fazer uso dos benefícios do seguro. Já em situações de perda de remuneração em função de acidentes, a impossibilidade de trabalhar deve ser atestada por um médico e comprovada através de exames clínicos e laboratoriais.

Cobertura garante recarga

A Vivo possui um serviço de seguro de recarga. Em parceria com a Zurich Seguros, a empresa oferece o plano Recarga Garantida. O pagamento mensal é de R$ 4,99 e dá direito a R$ 80 em crédito no celular para o momento em que você mais precisar.

> Vivo recarga Garantida: Assegure R$ 80 de carga no celular pré-pago em caso de desemprego

Gostou das dicas para garantir crédito em caso de desemprego? Compartilhe!

O controle financeiro pessoal e o futebol
Casal melhora as finanças pessoais
Comprar tablet
Mulher entende o que é carnê-leão
Comprar smart tv
Empréstimo ou financiamento