Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Veja como funciona o empréstimo com imóvel como garantia

A- A+

Deixar um imóvel como garantia é uma opção para quem deseja conseguir um empréstimo. Mas você sabe como funciona essa modalidade de crédito? Ela possui características específicas que precisam ser levadas em conta antes de fechar o contrato.

Uso do imóvel como garantia

A principal vantagem de utilizar o imóvel como garantia do pagamento de uma dívida é a possibilidade de negociar taxas de juros mais atraentes e quantias maiores de dinheiro. Afinal de contas, o banco possui uma segurança a mais de que o crédito será devolvido.

Para o educador financeiro Antonio Nascimento, a modalidade é indicada para aqueles que precisam mudar o perfil de suas dívidas. Ou seja, que desejam trocar dívidas mais caras por outras que apresentem taxas de juros menores, capazes de gerar economia no orçamento.

Outro tipo de cliente que costuma utilizar essa opção de crédito é aquele que pretende comprar uma casa na praia, por exemplo, e usa o imóvel próprio para obter um financiamento que ofereça mais vantagens.

Mas Nascimento ressalta que é preciso ter cuidado. Apesar das vantagens oferecidas, deixar um imóvel como garantia pode ser perigoso. Afinal, se você se descuidar do planejamento financeiro e não tiver mais como pagar as parcelas do empréstimo, a instituição financeira pode ficar com o bem, como forma de quitar a dívida. Por isso, é importante não se deixar levar pelas facilidades e adquirir dívidas desnecessárias.

Deixar o imóvel como garantia permite que você faça empréstimos com juros menores. Foto: iStock, Getty Images

Deixar o imóvel como garantia permite que você faça empréstimos com juros menores. Foto: iStock, Getty Images

Modalidades para deixar imóvel como garantia

De acordo com o economista Bernardo Baggio, existem diversas modalidades que permitem deixar um imóvel como garantia. A mais comum é a constrição pela alienação fiduciária, em razão da facilidade na retomada do imóvel frente à inadimplência do devedor.

Através desse modelo de contrato, o devedor transfere um bem ao credor, como um modo de assegurar o pagamento da dívida. O baixo custo de execução também permite que essa seja uma opção frequente no mercado brasileiro. Outro exemplo que permite utilizar o imóvel no negócio é a hipoteca. A principal diferença é que, nesse caso, o bem não é transferido, ele apenas permanece como garantia.

Cartões de crédito com benefícios

Se você gosta de comprar com praticidade e movimentar o seu dinheiro com segurança, é bom conhecer os Cartões de Crédito Vivo. Com os cartões de crédito Vivo Santander e Vivo Itaucard 2.0, você tem diversas vantagens, como alerta SMS, bônus na recarga de celular, pontos no Vivo Valoriza, descontos nos ingressos de cinema e parcelamento em até 12 x sem juros nas Lojas Vivo.
> Cartões de Crédito Vivo: Conheça as vantagens

Gostou das dicas sobre imóvel como garantia? Compartilhe!

Empréstimo ou financiamento
melhores universidades do brasil
quando vale a pena ter cartão de credito
não consigo pegar empréstimo
não consigo pagar o aluguel
como cancelar pedido feito no cartão de crédito