Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Veja como fazer a consulta de pontos na CNH

A- A+

Quem vive no trânsito, em deslocamentos diários do trabalho para casa e vice-versa, está sujeito a cometer infrações. Ainda que você seja um condutor cuidadoso, pode ser surpreendido por uma multa. Mas não basta pagá-la: é importante fazer a consulta de pontos na CNH, que é um procedimento bem fácil e rápido. Inclusive, você pode fazer isso em poucos segundos pela internet.

Consulta de pontos na CNH no Detran

A forma mais fácil, rápida e confiável de fazer a consulta de pontos na CNH é por meio do site do Detran do seu estado. Via de regra, é preciso digitar apenas o número de registro da carteira de motorista e o CPF. Alguns órgãos, porém, solicitam número da identidade.

Após inserir os dados, basta digitar o código de segurança e, em segundos, o Detran apresenta um histórico completo da sua vida como motorista. Além de fazer a consulta de pontos na CNH atual, o sistema mostra pontos de anos anteriores. Ali, é possível verificar a data, o tipo de infração, o local, a placa do carro, a pontuação, ou ainda se a CNH está suspensa.

consulta-de-pontos-na-cnh

Condutor pode ter no máximo 20 pontos na sua CNH. Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Prazo de validade dos pontos na CNH

Se, ao fazer a consulta de pontos na CNH, você identificar pontuação em decorrência de alguma infração, não se desespere. Os pontos têm prazo de validade, que é de 12 meses a contar da data em que foi cometida a infração.

O limite máximo para cada condutor é de 20 pontos na carteira. Ultrapassando essa pontuação, ele perde o direito de dirigir até cumprir o prazo de suspensão e realizar um curso de reciclagem.

Você vai se interessar por:

Carteira de habilitação roubada: saiba como tirar 2ª via

Carteira de identidade roubada? Veja como solicitar 2ª via no Poupatempo

Exemplos de infração gravíssima

Conforme o artigo 261 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), a infração gravíssima rende 7 pontos na CNH. Alguns exemplos são a participação em corridas (rachas), dirigir sob influência de álcool ou entorpecente, transitar com mais de 50% acima da velocidade permitida e transpor bloqueio viário policial sem autorização.

Também é considerado infração gravíssima conduzir moto, motoneta ou ciclomotor sem capacete (válido também para o passageiro), empinando o veículo em apenas uma roda ou transportando criança menor de sete anos.

Participar de competição esportiva sem permissão, deixar de socorrer vítima de acidente, deixar de tomar providências para evitar perigo ao trânsito no caso de acidentes ou alterar o local, dificultando o trabalho da perícia e da polícia também constituem infração gravíssima.

O condutor que, quando solicitado pela polícia, remover o veículo e ir embora sem prestar as informações necessárias para o boletim de ocorrência também estará cometendo infração gravíssima, podendo ter sua carteira de motorista suspensa.

 

Gostou das dicas sobre a consulta de pontos na CNH? Compartilhe!

como escolher uma seguradora de veiculos
Como ter uma boa qualidade de vida
Jovem organizado com custos e despesas
Saiba por que fazer lista de compras para o mês
Casal sabe como fazer um jantar romântico
Mulher faz programa de controle financeiro pessoal