Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Veja como converter bitcoin para real e entenda a cotação

A- A+

A prova de que o bitcoin está cada vez mais popular no mundo inteiro é que aumentou muito o interesse dos internautas em saber como converter bitcoin para real. Em função disso, há uma série de sites, programas e aplicativos que fazem a conversão facilmente.

Para quem não sabe, o bitcoin é uma moeda totalmente virtual, que não é regulada por nenhuma autoridade central. Assim como qualquer outra moeda, ele varia diariamente, mas, devido a alguns motivos que veremos adiante, sua flutuação é grande. Isso ajuda a entender melhor o grande interesse pela sua cotação no momento.

É possível converter bitcoin para real

Sites, programas e apps mostram a cotação do bitcoin em relação a outras moedas. Foto: iStock, Getty Images

Como converter bitcoin para real

Você vai encontrar facilmente, na internet, conversores que têm o bitcoin na sua lista, entre inúmeras outras moedas. Tente os sites Metric Conversions, Preev Bitcoin to Real e Google Currency Converter. O Fx-rate é atualizado diariamente, e o CoinMill mostra, no resultado, a última data que o valor da moeda foi atualizado.

Há também aplicativos para smartphone que fazem a mesma coisa, inclusive alguns direcionados especialmente para os bitcoins. Alguns deles são Bitcoin Convertor, Conversor de Moedas e Bitcoin Calculator. Em todos eles, você poderá converter bitcoin para real, euro, dólar e outras moedas.

Vale lembrar que, além da possível diferença entre uma fonte e outra, os valores encontrados não serão necessariamente aqueles pelos quais o usuário vai vender ou comprar a moeda. Esse preço tem uma variação de acordo com o serviço de intermediação de transações que for escolhido.

Como a moeda é precificada

A definição do preço do bitcoin é muito simples: obedece à lei da oferta e da procura. Ou seja, quando muita gente tem o interesse nela, o preço aumenta; quando mais gente deseja vendê-la do que comprá-la, o preço cai.

A estabilidade acontece quando o aumento na demanda é compatível com a criação de novas moedas (processo limitado, que é chamado de mineração). Se a mineração é mais ágil, há mais moedas em circulação para menos usuários, ocorrendo inflação; mas se a procura pelos bitcoins for maior, há deflação.

Pelo fato de não haver uma instituição como um Banco Central para tomar medidas artificiais de valorização ou desvalorização e por não haver um número tão expressivo de usuários (para um mercado global), o bitcoin ainda é suscetível a significativas oscilações com mudanças nem tão drásticas na demanda.

Por essas e outras, é encarado por muitos como um investimento, visando exclusivamente a renda, tal como vários outros do mercado financeiro.

Você vai se interessar por:

Transforme a moeda em dinheiro “de verdade”

A maneira mais fácil de transformar bitcoins em dinheiro “de verdade”, aquele que é aceito em qualquer estabelecimento comercial, é cadastrando-se em um serviço intermediador de transações. Isso porque você não estará convertendo a moeda, mas sim vendendo-a para outro usuário.

O mais conhecido e utilizado no Brasil é o Mercado Bitcoin, cuja cotação base é, no momento, R$ 1716,10. Agora que você já sabe converter bitcoin para real, se quiser utilizar a moeda como investimento, crie uma conta no site, deposite o dinheiro (mediante uma taxa de 1,99%), compre bitcoins, espere a valorização e venda-os na mesma plataforma.

 

Gostou das nossas dicas? Compartilhe o conteúdo!

como lucrar vendendo cachorro quente
como lucrar vendendo bolo no pote
como abrir uma franquia de alimentos
como abrir uma empresa de coleta de entulho
como se relacionar com as pessoas no ambiente de trabalho
como aumentar a produtividade