Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Veja como começar um negócio de tortas para vender

A- A+

Você é aquela pessoa imbatível na sobremesa? Ama fazer bolos e recheios diversos? Nesse caso, saber como começar um negócio de tortas pode ser o segredo para aumentar a sua renda ou, quem sabe, descobrir uma nova e principal atividade profissional.

Aprendendo como começar um negócio de tortas

Produzir tortas pode ser negócio bastante rentável e que cresce de forma rápida. Foto: iStock, Getty Images

Como começar um negócio de tortas

Em seis dicas práticas, veja como começar um negócio de tortas para vender. Colocando sua estratégia em prática, é só caprichar nas receitas e conquistar os clientes.

1. Aprenda as técnicas

Antes de mais nada, é preciso saber produzir as tortas. Por isso, os cursos são sempre válidos. Além dos diversos recheios, você precisará saber fazer o pão-de-ló, que é a base de qualquer torta. Quanto mais processos fizer, maior será seu lucro.

2. Defina a clientela

Hoje em dia, há muitos tipos de torta no mercado. Se você vai atender somente festas, precisará se especializar em produtos que estão na moda. Mas se for atender um cliente mais tradicional, os sabores e formatos clássicos agradam mais.

De uma forma ou de outra, para começar, é melhor ter um menu mais restrito – com poucos sabores – e apostar mais na quantidade. Tentar agradar a todos os tipos de público pode gerar um certo desperdício de material e, consequentemente, prejuízo financeiro.

3. Planeje as compras

Comprar alguns quilos da farinha no supermercado não é interessante para quem tem a comida como profissão. Portanto, o melhor é comprar por atacado, em grandes quantidades.

Mas você precisará ter uma ideia de quanto gasta por mês em farinha, açúcar, ovos, nata e outros ingredientes. Assim que o negócio engrenar, o tempo passará a ser precioso para você. Por isso, as saídas para compras devem ser cada vez mais bem aproveitadas.

4. Programe a entrega e pagamentos

Pense na forma de entrega. Uma torta decorada é um produto delicado. Entregar via motoboy, por exemplo, pode comprometer o visual. A forma de pagamento também é muito importante. Contar com um leitor de cartões, por exemplo, é bastante útil.

5. Organize sua estrutura

Um dos fatores mais importantes quando se está iniciando um trabalho com comida é a estrutura física. Além da matéria-prima e outros materiais, como formas, batedeira e liquidificador, é necessário pensar além. O ideal é ter uma cozinha independente, pois misturar massas e recheios com o preparo da comida da família gera muita confusão.

Também é interessante que você separe parte do lucro para reinvestir. Caso o seu negócio engrene rapidamente – o que é uma tendência quando se trata de comida – você logo irá precisar de um forno semi-industrial ou industrial, para cozinhar mais massas de uma só vez. Uma geladeira somente para acondicionar o material das encomendas e um freezer também serão bem-vindos.

6. Divulgue

A melhor propaganda é sempre boca a boca, entre os próprios clientes. Mas hoje em dia é importante investir em boas fotos dos seus produtos para divulgar nas redes sociais. Afinal, os clientes também apreciam um bom visual.

Você vai se interessar por:

Economizar é parte do sonho

Se você tem o sonho empreendedor e pensa em começar um negócio, deve estar atento às oportunidades de economia. Que tal realizar transações bancárias sem pagar taxas por isso? Com o Vivo Zuum, uma conta pré-paga gerenciada pelo celular, você pode fazer pagamentos, transferências e até mesmo recarga de celular – tudo isso sem mensalidade. Se preferir, pode adquirir o cartão Vivo Zuum para fazer compras no débito e saques.

> Vivo Zuum: Tenha conta corrente com cartão, sem banco, sem complicação

Aprendeu como começar um negócio de tortas? Compartilhe as dicas!

Pokémon Go
como lucrar vendendo artesanato
como lucrar vendendo cosméticos
Saiba como ganhar uma renda extra com aluguel
como abrir uma academia de ginástica
como abrir uma pizzaria