Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Veja cinco dicas para manter o seu celular seguro

A- A+

Em tempos onde o smartphone fica junto das pessoas onde quer que elas estejam, os incidentes com esses aparelhos se tornam cada vez mais comuns. Encontrar mecanismos para manter o celular seguro de acidentes ou de furtos é uma maneira de proteger também a si mesmo de incômodos e gastos desnecessários.

Celular seguro: acidentes mais comuns

Uma pesquisa realizada pelo Clube Pitzi, empresa que presta serviços de proteção contra acidentes com smartphones e celulares, aponta que os brasileiros danificam cerca de 125 milhões de celulares por ano. Considerando que o Brasil tem cerca de 270 milhões de celulares, segundo a Associação Brasileira de Indústria Elétrica e Eletrônica, os celulares estragados compõem uma parcela significativa do total.

celular-seguro

Tome cuidado com furtos enquanto está distraído. Foto: iStock, by Getty Images

Desses milhões de aparelhos que são danificados a cada ano, uma média de 50% sofre os danos após cair das mãos do próprio usuário. Essa é uma mostra de que, por mais que você tenha cuidado, você não consegue manter o seu celular seguro sempre. Outra prova disso é que 62% das pessoas que danificam um celular repetem a situação em menos de um ano, conforme a Pitzi.

Acidentes com água correspondem a cerca de 30% do total dos danos em celulares. Estima-se que 20% deles entre em contato com líquidos, como copos de bebidas que caem sobre o aparelho, enquanto outros 10% caem dentro de piscinas ou privadas. Os roubos e furtos representam apenas 5% dos incidentes relacionados a smartphones e celulares.

infográfico - proteção

Dicas para manter o celular seguro

Proteja com capas

Para deixar o celular mais seguro contra quedas e choques com outros materiais e superfícies, o ideal é investir em capas de silicone ou plástico. Elas envolvem toda a estrutura do aparelho, sendo que algumas cobrem até mesmo a tela enquanto você não estiver usando. A ideia é criar uma barreira extra para amortecer impactos.

Mantenha distância da água

Celular e água são coisas que não combinam. Quando você estiver em ambientes de risco, como banheiros ou próximo a piscinas e o mar, evite ficar com o telefone em mãos. Guarde na bolsa, em bolsos ou deixe em outro ambiente onde as chances de que o aparelho seja molhado são menores. Recuperar um aparelho que caiu na água pode ser trabalhoso e, por vezes, impossível.

Prefira superfícies fixas

Evite deixar o seu celular em locais que não oferecem estabilidade, como encostos de sofás, apoios de cadeiras, parapeitos de janelas ou em bordas de pias. A possibilidade de que ele escorregue e quebre é grande. Prefira mesas, bancadas ou bancos. Superfícies planas e estáveis são mais capazes de deixar o seu celular seguro.

Não exponha

Quanto aos furtos e roubos, é difícil evitar a violência presente nas cidades, ainda assim, você pode diminuir os riscos de se tornar vítima. Quando estiver caminhando na rua ou em ônibus e trens, deixe o aparelho guardado. Não utilize ou fique com ele em mãos. Aquilo que os ladrões não vêem se torna pouco atrativo para eles.

Seguro é opção

Os serviços especializados em manter o seu celular seguro ou dar apoio a você em casos de complicações são sempre uma opção. Os seguros, como são chamados, são serviços pagos mensalmente e que garantem uma cobertura dos prejuízos que você possa ter, em decorrência de algum dano eventual.

Proteção para o seu celular

Você sabia que pode evitar o prejuízo financeiro em caso de roubo, quebra e outros acidentes com o seu celular? O Vivo Multiproteção Celular oferece proteção para aparelhos novos, em caso de roubo ou furto qualificado e cobertura adicional contra danos materiais ao celular.

> Vivo Multiproteção Celular: Proteja seu aparelho contra roubo, furto, quebra e imersão em água

Gostou das dicas para manter seu celular seguro? Compartilhe!

queda do dólar
vale a pena comprar celular muito barato
viajar para a China
viajar para a Tailândia
quanto custa um seguro de vida
juros cobrados no cartão de crédito