Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Veja 5 dicas para planejar férias com a ajuda da internet

A- A+

A internet se tornou uma grande aliada dos viajantes em férias nos últimos anos. Buscar hotéis, pesquisar por promoções de passagens e obter referências de atrações ficou muito mais fácil com o surgimento de diversos serviços online.

Internet cresce no planejamento de férias

Na Copa do Mundo de 2014, 67,7% dos turistas estrangeiros que visitaram o Brasil buscaram informações sobre o país na internet, conforme um estudo do Ministério do Turismo em parceria com a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe).

viagem dos sonhos

Internet é a principal fonte de informação para quem arruma as malas para viajar. Foto: iStock, Getty Images

Os números da Copa ficaram acima da média, mas dados gerais do ministério revelam um aumento considerável dessa ferramenta na hora de organizar uma viagem. Em 2009, somente 19,9% dos viajantes recorriam à rede para buscar informações sobre um destino turístico, amigos e parentes (29,9%) tinham mais protagonismo como fonte de informação para montar um roteiro. Três anos depois, em 2012, 33,6% dos entrevistados já reconhecia a internet como a principal fonte de informação turística.

A pesquisa apontou que a internet serve não apenas como fonte de informação, mas também como ferramenta para reservas de passagem, hospedagem e passeios, sem contar os registros de viagem compartilhados nas redes sociais. As possibilidades da internet para a organização das férias são inúmeras e estão em constante aperfeiçoamento, mas é preciso ter um pouco de cautela para não ser enganado ao buscar informações de fontes pouco confiáveis.

viagem

Veja 5 dicas para planejar as férias

1. Compra da passagem

Companhias aéreas hoje dispõem de aplicativos para celular que permitem até mesmo fazer o check-in pela internet, dispensando a necessidade de enfrentar filas no aeroporto antes do embarque. Interligados com sistemas de geolocalização do aparelho, esses aplicativos vão além, indicando melhores rotas e horários para o deslocamento do passageiro de sua casa até o local de embarque.

Com as facilidades da rede, você mesmo pode planejar seus voos, escalas e conexões, inclusive combinando as melhores ofertas de cada companhia, mas fique atento aos horários para não correr o risco de perder alguma conexão.

2. Lugares para visitar

Diversos aplicativos também possibilitam ao usuário encontrar, em tempo real, lugares para comer, dançar ou tirar fotos no destino que está visitando, com a possibilidade de visualizar comentários de outros usuários e ainda compartilhar sua experiência. Aproveite as dicas e preste atenção nos comentários.

3. Experiência dos outros

Em sites que anunciam hotéis e imóveis para aluguel por temporada, os comentários dos usuários costumam influenciar na decisão. Até mesmo uma comunidade de intercâmbio de sofás, na qual os participantes sequer pagam pela hospedagem, surgiu como opção para viajantes conectados à internet.

A principal vantagem dessas plataformas é ter acesso aos relatos de outros viajantes sobre como foi o atendimento, a estrutura do local e outras informações que podem influenciar na sua decisão.

4. Direto da fonte

É preciso escolher uma fonte confiável antes de fazer uma reserva. Prefira contatar diretamente a companhia aérea, o hotel ou a empresa responsável pelo passeio de seu interesse antes de confirmar a compra. Quando for comprar diretamente de sites de comparação de preços, opte por empresas de renome, consolidadas no mercado. Evite sites genéricos de ofertas, com reputação duvidosa ou desconhecida.

Uma boa dica é verificar se o domínio do e-mail (endereço após o @) corresponde a um site confiável e se há algum telefone real ou endereço físico para contato. Se optar por um site de compras coletivas, procure informações de outros usuários, diversos sites disponibilizam relatos de consumidores, ao estilo Reclame Aqui.

5. Leve os comprovantes

Após consultar as possibilidades de horários, conexões e locais para visitar, faça um planejamento do seu roteiro, de modo a evitar conflitos de agenda. Preste atenção nas distâncias, considerando o tempo de deslocamento entre uma atividade e outra. Sites de geolocalização podem ajudar a fazer essa conta. Não deixe de pesquisar também por locais e planos de assistência médica no destino que você escolheu, para não ser pego desprevenido se ocorrer alguma emergência. Fechado o roteiro, reúna todos os comprovantes das reservas feitas pela internet, certifique-se de que sua documentação está em dia e aproveite as férias.

Gostou das dicas para planejar férias? Deixe seu comentário.

organizar a mala
esconder gastos
free shop
moedas mais caras do mundo
quanto gastar na europa por dia
trabalhar de babá no exterior