Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Veja 5 dicas para manter a sua organização financeira

A- A+

Estar com as contas em dia e ter uma organização financeira bem estruturada nem sempre é fácil, principalmente no início da carreira. Os gastos são muitos, e a reserva financeira, por outro lado, costuma ser pequena.

Mas, sem o controle cuidadoso do que entra e sai da conta, as dívidas ficam mais próximas de ser uma realidade. A boa notícia é que, com a mudança de alguns hábitos e adoção do planejamento financeiro, a tarefa se torna mais simples e pode fazer parte da rotina.

Importância da organização financeira

Assinalar seus custos e rendimentos é essencial para viver sem problemas financeiros. Com o devido planejamento, você pode guardar mais dinheiro e investir nos seus projetos pessoais e profissionais, como um intercâmbio ou o início de um curso de especialização, por exemplo. Inclusive, é importante que você defina objetivos a serem atingidos.

“Ninguém sai de casa sem saber para onde quer ir e, do mesmo modo, ninguém guarda dinheiro se não souber para que está guardando. Todo e qualquer poupança planejada é consequência de um projeto, seja a compra de imóvel ou uma viagem”, explica o educador financeiro e palestrante Paulo Henrique Pereira.

Ele destaca ainda que o valor destinado à realização do projeto deve ser incluído nas despesas mensais e não apenas reservado caso sobrem recursos. Esse é um incentivo para que você poupe o necessário e evite gastos que não se encaixam com a sua renda.

Organizaçao financeira

Uma planilha dos gastos ajuda na hora de organizar a vida financeira. Foto: iStock, Getty Images

5 dicas para a sua organização financeira

Faça uma lista dos gastos

Em uma planilha, anote as suas receitas e gastos. Quanto mais detalhes, melhor. Uma boa dica é guardar todos os comprovantes de compra e pagamento e separar um momento da semana para anotar todos os valores. Além disso, é possível traçar uma meta de economia para os próximos meses. Com o passar do tempo, você terá um histórico detalhado do seu orçamento e a organização financeira será uma consequência.

Não gaste mais do que ganha

Com todos os números na sua frente, é mais fácil compreender quais podem ser cortados ou diminuídos. Apesar de parecer óbvio, muitas pessoas ainda não sabem limitar seus gastos. No caso do cartão de crédito, mesmo que sua compra seja aprovada, o dinheiro precisará estar disponível na conta quando o gasto for faturado.

De acordo com Altemir Farinhas, empresário e administrador especializado em finanças, a melhor saída para que o cartão seja um aliado é não ter um limite igual ou superior ao seu salário. Além disso, é importante pagar a fatura em dia e evitar os juros.

Organize o dia dos pagamentos

Contas como luz, telefone, água e aluguel, que são essenciais, devem ter o pagamento programado para quando o dinheiro está na sua conta. Por exemplo, se você recebe o salário no dia 10, faça uma organização financeira de modo a quitar as dívidas entre os dias 12 e 15, para evitar problemas de atraso e comprometer a renda com despesas que não são fundamentais.

Guarde dinheiro

Tenha como princípio que você precisa guardar uma porcentagem do seu dinheiro a cada mês. Defina uma meta, corte o superficial e faça o possível para ficar dentro do objetivo previsto. Você pode iniciar com um percentual pequeno, como 5% ou 10% e adaptá-lo conforme conseguir organizar sua renda.  Mas fique atento, pois esse valor é para emergências e não é o mesmo que deve ser economizado para realização dos seus sonhos.

Adapte seu estilo de vida ao bolso

Se você quer que a sua renda seja suficiente para manter o equilíbrio financeiro, é preciso manter o controle e não consumir mais do que a sua conta permite. Paulo Henrique Pereira destaca que, nesses momentos, é preciso saber diferenciar as despesas, que são necessárias pata manter a qualidade de vida, das dívidas, resultado de consumo desordenado e que não se encaixa no orçamento.

Conta corrente sem complicação

Você já pensou em ter uma conta corrente no seu celular, que facilita os pagamentos, as compras, os saques e ajuda a não gastar mais do que você ganha? Tudo isso sem necessidade de comprovar renda. Com o Vivo Zuum no celular, você pode:

– Transferir dinheiro para outra pessoa que também tenha conta Vivo Zuum, de qualquer lugar.

– Recarregar os créditos do seu celular Vivo, de um parente ou amigo.

– Pagar contas de água, luz, gás e boletos bancários.

E solicitando o cartão Vivo Zuum, você também pode:

– Fazer compras em mais de 1,8 milhão de estabelecimentos conveniados MasterCard.

– Sacar dinheiro em caixas eletrônicos da Rede Cirrus.

> Vivo Zuum: Tenha conta corrente com cartão, sem banco, sem complicação

Gostou das dicas sobre organização financeira? Compartilhe!

Pokémon Go
como lucrar vendendo artesanato
como lucrar vendendo cosméticos
É importante entender de finanças bem antes de sair de casa.
como abrir uma academia de ginástica
como abrir uma pizzaria