Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Veja 4 dicas para calcular e programar seu custo de vida

A- A+

Para conseguir manter as finanças em dia e evitar as temidas dívidas, o conselho dos especialistas é sempre o mesmo: fazer um planejamento financeiro. Com ele, fica mais fácil estimar o custo de vida da sua família e controlar as despesas. Nem sempre é fácil chegar a esse ponto, mas algumas dicas podem ajudar.

Como planejar o custo de vida em 4 dicas

1. Crie uma planilha de gastos

Mensalmente, faça uma planilha de gastos, analisando todas as compras e detalhes mínimos que você normalmente ignoraria. O empresário e administrador especializado em finanças, Altemir Farinhas, explica que isso pode ser feito em uma folha de papel, caderno, tabela do Excel ou celular.

O importante é que se separe os gastos por necessidades, como alimentação, transporte, saúde e gastos básicos como água, luz e telefone. Assim, você consegue analisar a quantia necessária de dinheiro em cada mês e controla melhor seu custo de vida.

Aqui no Vivo Seu Dinheiro, por exemplo, você encontra planilhas que podem ser baixadas e calculam, de forma automática, todos os valores inseridos.

Contas bem programadas mantêm o bem-estar. Foto: iStock, Getty Images

Contas bem programadas ajudam a evitar dor de cabeça. Foto: iStock, Getty Images

2. Faça uma poupança

Planejar os custos de vida também exige poupar, o que acaba sendo um passo natural, a partir do momento que você anota e controla os seus gastos. O ideal é que esse dinheiro fique separado daquele que costuma ser movimentado, pois isso diminui as chances de utilizá-lo para compras não planejadas.

3. Tenha cuidado com o cartão

Apesar de prático, o cartão de crédito pode ser sinônimo de problema para quem não consegue se controlar os gastos. Lembre-se que, apesar de não necessitar de dinheiro no momento da compra, você terá que pagar a fatura no final do mês.

Farinhas indica ainda que, caso você resolva ter um cartão, ele não deve possuir um limite igual ou superior ao seu salário. Além disso, é importante pagar a fatura em dia ou até antes do vencimento. Como afirma o especialista, quem paga com atraso também precisa arcar com os juros, que estão entre os mais altos do mercado. Ao tomar esses cuidados, o uso do cartão de crédito pode ser feito sem representar um problema.

4. Corte gastos

Para que o custo de vida não supere a sua renda, estar atento ao histórico econômico é fundamental. Para o educador financeiro Pedro Braggio, só assim é possível ter os números certos, ao invés de dados que são apenas suposições.

Feito isso, ele aponta que o primeiro passo é cortar o que é supérfluo sempre que o orçamento apertar. A redução das refeições fora de casa, das idas aos salões de beleza e do desperdício nas compras de supermercado são alguns dos exemplos que podem diminuir o custo de vida.

Crédito antecipado

Você não gosta de ser pego de surpresa? Clientes Vivo de planos pré-pago e controle podem solicitar a antecipação da próxima recarga e garantir menos gastos no seu custo de vida. Com o Crédito Antecipado Voz, você tem liberados R$ 3 da próxima recarga para serem usados a qualquer momento em que você precisar.

> Crédito Antecipado de Voz: Garanta R$ 3 de crédito até a próxima recarga do celular pré-pago

Gostou das dicas sobre custo de vida? Compartilhe!

É importante entender de finanças bem antes de sair de casa.
quanto custa um seguro de vida
gazebo dobrável
como lidar com a avareza
melhor lugar para trabalhar
empresa familiar