Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Valor do crédito para financiar casa própria caiu

A- A+

O crédito para financiar casa própria caiu 52,9% no acumulado até maio, segundo levantamento realizado pela Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança em São Paulo (Abecip). A notícia é ruim e significa que um número menor de bancos está oferecendo linhas de crédito para aquisição de imóveis.

“Este é um efeito da crise e faz com que os bancos fiquem mais cautelosos. Assim, eles aumentam as restrições e fica mais complicado conseguir o financiamento”, explica o empresário e especialista em Finanças e Engenharia Econômica Altemir Farinhas.

Para ele, apesar do cenário de crise, há um lado positivo que deve ser levado em conta por quem quer obter crédito para financiar casa própria. “Isso força os preços dos imóveis a voltarem a um patamar mais “real”, pois tivemos altas sucessivas durante anos com preços fora do normal”, diz ele.

Este mercado está se adaptando a essas mudanças todas. Atualmente, conforme contextualiza Farinhas, existem muitos imóveis novos sendo entregues e inúmeros sendo devolvidos às construtoras em praticamente todas regiões do Brasil.  Vários imóveis usados estão à venda e o preço do aluguel acabou caindo com a retração de crédito para financiar casa própria.

Vale ressaltar que em períodos de crise, muitos investidores acabam tendo que vender seus imóveis para conseguir dinheiro. Essa é a hora de encontrar bons negócios. Fique atento e vá olhando os imóveis que lhe interessam. Se você possui algum dinheiro guardado, poderá se surpreender em quanto o valor pode baixar caso você pague à vista todo ou uma parte considerável do imóvel.

crédito para financiar casa própria

Apesar da queda na oferta de crédito, valores à vista e aluguel caíram. Foto: iStock, Getty Images

Como procurar crédito para financiar casa própria

Antes de ir em busca de crédito para financiar casa própria, avalie com cautela a sua situação financeira. Não é prudente assumir um financiamento de longo prazo se não tiver o emprego garantido. Averigue a situação da empresa onde você trabalha e até mesmo o seu cargo.

O especialista Farinhas sugere ainda que você coloque no papel todos os gastos que terá com o crédito para financiar casa própria. Existem outras despesas que acompanham o financiamento, então some prestação, taxas, mudança, etc.

Cogite a hipótese de alugar um imóvel com um valor mais baixo para engordar a sua poupança. Vá analisando as transformações do mercado. Este é um período de transição e de crise política e econômica no País. Talvez em breve volte a ser mais fácil obter crédito para financiar casa própria. E aí, contará muito o fato de você ter economizado uma quantia mais substancial para a operação.

Farinhas acrescenta também que você não deve desistir. “Pesquise e não desanime. Se não der para comprar agora, poderá até ser um bom negócio, pois os preços vão cair”, prevê.

Você vai se interessar por:

Seguro para os seus bens

Se você tem um imóvel, uma boa dica é contratar uma proteção extra. Clientes Vivo podem contratar seguro residencial que garante, entre outras coberturas, amparo contra incêndio, raio e explosão. A apólice garante o pagamento de uma indenização, quando ocorrer danos à sua residência ou ao seu conteúdo.

O seguro ainda cobre prejuízos decorrentes de roubo ou furto qualificado, de problemas causados por danos elétricos e Responsabilidade Civil Familiar.

> Seguros para seus bens: Garanta proteção contra incêndio, raio, danos elétricos, roubo e furto

Gostou das informações sobre crédito para financiar casa própria? Comente.

investir em imóvel na planta vale a pena
vale a pena investir na decoração de uma casa para alugar
dividir aluguel com alguém
não consigo pegar empréstimo
cooperativa habitacional
por que a poupança rende tão pouco