Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Vale a pena resgatar investimentos para pagar o cartão?

A- A+

Sua fatura do cartão de crédito veio muito alta, e o seu salário não dá conta do pagamento. E agora? Uma opção para esse caso é resgatar investimentos para cobrir o valor.

Por que resgatar?

Conforme Miguel de Oliveira, vice-presidente da Associação Nacional dos Executivos de Finanças (Anefac), qualquer opção que o consumidor tiver para resgatar um dinheiro no banco ainda será melhor do que pagar o valor mínimo da fatura e entrar no crédito rotativo.

resgatar

Evitar dívidas é a melhor opção para não sofrer com mais contas. Foto: iStock, by Getty Images

 

De acordo com a associação de consumidores Proteste, essa modalidade de crédito tem uma das taxas mais altas ao consumidor. Uma pesquisa da Anefac apontou que, somente em março de 2014, a taxa média do crédito rotativo foi de 10,08%. Como nenhum tipo de investimento em renda fixa proporciona ganhos maiores do que esse juro mensalmente, sua utilização pode valer a pena: o retorno da aplicação será menor do que o juro pago à operadora do cartão.

Se você tem um título de capitalização, um CDB, poupança ou qualquer outro tipo de investimento, ele pode servir também como uma reserva emergencial. De que adianta ter rendimentos quando se está endividado?

O que fazer após resgatar?

O segundo passo após resgatar o dinheiro é reorganizar o orçamento familiar. É interessante saber que, caso você não tenha um investimento, fazer um empréstimo pessoal também pode valer a pena.

Como organizar seu orçamento

Mesmo que você já saiba que vale a pena resgatar um investimento para pagar integralmente a fatura, provavelmente você ainda tenha outras faturas chegando nos próximos meses. Então. algumas dicas são válidas para você evitar novas dívidas.

1 – Economize

Além de evitar novas dívidas, reduzir os gastos com as contas mensais também ajuda (luz, água, telefone). Os supérfluos também deve ser reduzidos ou, até mesmo, eliminados. Mudanças nos hábitos de consumo, como utilizar menos o ar-condicionado, farão diferença para você pagar o que deve mais rápido e evitar resgatar novamente seus rendimentos.

2 – Anote tudo

A planilha está para a organização assim como o cartão de crédito está para as compras. Essa dica pode parecer uma velha conhecida dos endividados, mas poucos a colocam em prática. Os que a seguem, porém, conhecem seus benefícios na administração das finanças.

3 – Renegocie

Se você cortou tudo o que é possível e ainda assim não consegue seguir pagando as parcelas do cartão, a melhor dica é ligar para a administradora e renegociar os pagamentos. Desta forma, você evita ficar com o nome sujo e com acúmulo de juros.

Cartões de crédito com benefícios

O cartão de crédito pode oferecer muitos benefícios para os usuários. Os Cartões Vivo, em parceria com o Itaú e o Santander, dão bônus e pontos para você falar mais em ligações para telefone fixo ou de longa distância, enviar SMS e acessar a internet, além de descontos em cinema e muitas outras vantagens.

> Cartão Vivo: Conheça as vantagens

Gostou das dicas para resgatar investimentos? Compartilhe!

quando vale a pena comprar título de capitalização
oscilações da Bolsa de Valores
melhores universidades do brasil
quando vale a pena ter cartão de credito
juros cobrados no cartão de crédito
como cancelar pedido feito no cartão de crédito