Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Vale a pena instalar ar-condicionado automotivo em usados?

A- A+

Na tentativa de economizar na compra de um carro, é natural que se opte por um veículo sem muito opcionais, especialmente aqueles que mais impactam no valor final. Mas depois, quando percebe a falta de ar-condicionado automotivo, o arrependimento pode bater. Afinal, a sua instalação em um modelo usado não costuma ser barata.

Ar-condicionado automotivo: faça as contas

Na hora de comprar um carro, mesmo que um item opcional pareça caro, é sempre bom avaliar se não vale um esforço financeiro, ou esperar um tempo para fazer um investimento maior e adquirir o acessório original, de fábrica.

É o caso do ar-condicionado automotivo, opcional que aumenta o valor final do veículo. Mas sua ausência costuma ser percebida no auge do verão ou do inverno, quando falta conforto térmico no interior do carro. E aí, para instalar o equipamento em um modelo usado, vem a dúvida: vale a pena?

É preciso ter em mente que, além dos custos de peças e mão de obra com a instalação, ainda é necessário ter cuidado na escolha de quem vai fazer o serviço, pois é possível que outras áreas do carro sejam afetadas se o trabalho não for bem feito.

Modelo de ar-condicionado automotivo

Instalação mal feita pode comprometer desempenho e desvalorizar o veículo. Foto: iStock, Getty Images

Riscos da instalação

A instalação extra de um ar-condicionado automotivo irá aumentar o peso do veículo, alterar sua estrutura e pode não haver espaço suficiente.

O risco maior ainda é o de ter não apenas o desempenho comprometido, mas também de que o sistema comece a apresentar falhas. Além disso, é possível que haja perda de garantia e desvalorização do veículo por um serviço mal feito – e aí você perde dinheiro duas vezes.

Um dos maiores cuidados na instalação diz respeito ao esforço extra que o radiador terá que fazer. Ele tem uma capacidade muito menor de refrigeração e necessita ser preparado, assim como elementos de vedação.

A recomendação é de que, uma vez decidida a instalação de um ar-condicionado automotivo, depois de estar com o carro rodando, procure sempre uma concessionária autorizada, para evitar problemas com essas adaptações.

Em algumas situações será necessário remover o painel frontal da cabine para fazer a adaptação dos condutores de ar e instalar também um novo radiador, além de fazer manutenção, lembrando da exigência extra em temperaturas extremas e também sobre a necessidade periódica de troca de filtro.

E quanto custa?

O valor do investimento não é pequeno. Por isso, quem pensou que iria economizar no original, pode se arrepender. Carros populares podem ter o equipamento e instalação variando de R$ 2.500 a R$ 3.900, dependendo do veículo.

Além disso, carros mais antigos tornam o serviço e o material mais caro, pois eles não eram preparados para receber um ar-condicionado.

Essa falta de “espera” para o item faz com que não apenas os materiais sejam mais caros, mas também a mão de obra, pois maior será a necessidade de adaptação e, portanto, de trabalho, além do tempo para ter o carro pronto. O custo, nesse caso, se eleva e pode chegar a R$ 5 mil.

Você vai se interessar por:

Assistência para seu carro

Se você cuida bem do seu carro, que tal garantir segurança para os momentos imprevistos? Com o Vivo Assistência Casa e Auto, você conta com serviços de eletricista e encanador para sua casa, socorro mecânico para seu automóvel e chaveiro para os dois, sempre que precisar, por apenas R$ 5,90 por mês.

> Vivo Assistência Casa e Auto: Garanta socorro mecânico em emergências

E para você, vale ou não instalar ar-condicionado automotivo em usados? Comente!

como calcular a reforma de um apartamento
Aprendendo como lavar carro com economia
Carro pode ter câmbio manual ou automático
Tomada pode ser 110 ou 220
Voltagens das cidades brasileiras varia
Aprendendo como comprar imóvel com segurança