Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Vai para a Holanda? Saiba o que fazer em Amsterdam

A- A+

A Holanda, suas famosas flores e ruas bem cuidadas conquistam turistas de todo o mundo. E são tantas atrações para conhecer só na capital que, se você não tiver um roteiro definido sobre o que fazer em Amsterdam, pode ficar perdido. Entre museus, parques, canais e estrutura urbana, cada detalhe merece um bom tempo da sua atenção, mesmo em viagens curtas.

É bom saber o que fazer em Amsterdam

Rica em belas paisagens, Amsterdam é cidade ideal para ser explorada de bicicleta. Foto: iStock, Getty Images

Para chegar em Amsterdam

Visitar a Holanda e a região dos Países Baixos é uma boa opção para os brasileiros. Não há exigência de visto para viagens de turismo e é possível entrar e circular livremente pelo país apenas com o passaporte.

As passagens aéreas variam entre R$ 1,7 mil e R$ 5 mil, em voos que duram cerca de 15 horas e que, nos mais econômicos, têm várias escalas.

Para completar, ainda é preciso fazer uma pequena viagem do aeroporto de Schiphol ao centro da cidade. Há trens que saem do saguão do terminal e vão até a Estação Central. A viagem dura 15 minutos, o bilhete custa 4 euros (cerca de R$15) e pode ser comprado em estações de autoatendimento. Em táxis, a viagem é particular, mas sai por 45 euros (menos de R$ 170).

O que fazer em Amsterdam

Depois de chegar à cidade – e preparar-se para dispensar 1h30min para a ida ao hotel, check-in e instalação – é hora de pensar o que fazer em Amsterdam. Uma boa ideia para o primeiro dia é ambientar-se na cidade. Que tal um passeio de barco pelos canais? Os tickets para viagens de 1 hora saem por 19 euros, cerca de R$ 70. Para passeios livres por 24h, são 21 euros – ou R$ 75.

Na primeira noite, escolha uma das pequenas cafeterias da cidade para comer um lanche e descansar. Depois disso, as atrações são de livre escolha e são muitas.

Se você não sabe o que fazer em Amsterdam, opte por um museu. A Casa de Anne Frank, onde a família da judia se escondeu do holocausto, o Rijksmuseum, o Louvre da Holanda, e o Van Gogh são opções e cobram entrada.  Para entrar no Anne Frank, custa certa de R$ 34. No Rijksmuseum, R$ 66. Já no Van Gogh, R$ 64. Esteja preparado para as filas.

Se você é do tipo que prefere espaços abertos e curtir um clima agradável ao ar livre, aposte no Vondelpark, um parque com muitas flores, gramado, lagos e aves, cafés e obras de arte espalhados por um grande espaço organizado e limpo.

Caso queira explorar a cidade do seu jeito, sem nenhum lugar específico para ir, conhecendo pequenas ruas e empreendimentos que revelam a verdadeira Amsterdam, alugue bicicletas. A cidade é perfeita para esse tipo de locomoção e as bikes podem ser encontradas em diversas locadoras, como a Yellow Bike, a mais famosa, que cobra R$ 45 por um aluguel que dura 24h.

Você só não pode deixar de conhecer o Red Light District, o Distrito da Luz Vermelha. Mundialmente famoso, ele é um dos obrigatórios na lista de passeios em Amsterdam, cidade onde a prostituição é legalizada. No bairro, diversas vitrines mostram mulheres vestindo roupas sensuais e se exibindo. É uma forma de vender os serviços, mas é, principalmente, um atrativo turístico.

Você vai se interessar por:

Encontre sua passagem no Vivo Compras

Agora que já sabe o que fazer em Amsterdam, é hora de pesquisar preços e programar suas férias. E para isso o Vivo Compras pode ser um excelente aliado: o portal ajuda a encontrar as passagens aéreas mais baratas, os pacotes turísticos de melhor custo-benefício e as opções de hospedagem que cabem no seu bolso. Além de tudo para a sua viagem, o site traz mais de 850 mil produtos para escolher em diferentes lojas virtuais, através do mesmo carrinho.

> Vivo Compras: Encontre os melhores preços para passagens e hospedagem

Gostou das dicas de turismo em Amsterdam? Compartilhe!

Comprar tablet
Mulher entende o que é carnê-leão
Comprar smart tv
micro-ondas ou forno elétrico
geladeira com freezer ou congelador
vale a pena comprar produtos da apple