Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Trocar de carro todo ano não faz bem ao bolso. Entenda o tamanho da despesa

A- A+

Trocar de carro ou não todo ano, eis a questão. Andar sempre de veículo novo, com cheirinho de recém-saído da concessionária, plásticos ainda nas poltronas e pintura reluzente é o sonho de consumo de muita gente.

Mas vale mesmo a pena esse esforço financeiro de trocar o carro anualmente para aproveitar as novas tecnologias e inovações do setor automobilístico e manter o status?

Com todos os vários gastos que a compra de um automóvel requer e os cálculos da depreciação do veículo antigo em mãos, antes de trocar de carro, é preciso que o consumidor leve em conta uma série de fatores para saber se a transação é vantajosa ou se vai apenas gerar prejuízo.

As pessoas tendem a trocar de veículo muito cedo no Brasil.

Faça os cálculos e avalie as perdas antes de comprar um novo carro. Foto: iStock, Getty Images

Trocar de carro é hábito do brasileiro

O Brasil é o país que mais troca carros no mundo. Os dados são do levantamento Connected Car Industry Report 2014, realizado pela Telefônica, e mostra que o ciclo de vida de um veículo no país é de apenas 1,7 ano.

Para o consultor automotivo Leandro Mattera, essas trocas sucessivas geram altos impactos financeiros. “Como temos os carros mais caros do mundo, seria interessante ficarmos com o mesmo veículo pelo maior tempo possível”, recomenda.

Segundo Mattera, parte desse hábito de trocar de carro regularmente decorre da própria mentalidade do brasileiro. “As pessoas tendem a trocar de veículo muito cedo no Brasil. E muitas dessas mudanças não são fundamentadas em razões plausíveis, que deveriam estar relacionadas com as necessidades efetivas de um novo carro”, avalia.

Para o consultor, outro motivo é a questão de status. “Como bem posicional, o carro ainda conta bastante para a maior parte dos consumidores”, lamenta.

Mattera afirma ainda que o mercado e as fabricantes se aproveitam dessa característica do consumidor brasileiro para vender mais veículos, apelando para aspectos emocionais.

Considere a depreciação do veículo

Questão de status ou não, trocar de carro regularmente afeta o bolso do consumidor. A primeira perda é com a própria depreciação do automóvel. “Ao retirar o carro da concessionária, o proprietário já perde cerca de 20% do seu valor”, afirma Mattera.

Outros fatores também influenciam no preço do carro depois de um ano: a própria inflação e o desgaste do veículo, que vão diminuir o valor do automóvel, fazendo com que o consumidor precise desembolsar mais para comprar um novo.

De acordo com Mattera, outros custos de manutenção que irão aumentar a partir da troca do carro incluem IPVA, seguro obrigatório, seguro e licenciamento.

Se o veículo tiver sido financiado, os gastos podem ser ainda maiores, já que, dependendo do prazo do financiamento, o valor do bem aumenta em torno de 20% a 50%.

Quanto se perde ao trocar de carro

Trocar de carro todo ano pode custar, e muito, ao bolso do consumidor. Se o consumidor comprar um carro de preço médio, por volta de R$ 50 mil, ele terá uma perda média de cerca de R$ 15 mil (depreciação, uso e manutenção) após um ano de uso.

Se ele continuar trocando o veículo anualmente, ao final de 10 anos, serão mais de R$ 150 mil em perdas, valor que daria pra comprar três veículos novos ao custo de R$ 50 mil.

Você vai se interessar por:

Placas de carros sem despachante: processo econômico, mas desgastante

Saiba quais gastos você terá após a aquisição de um carro

Carro novo ou usado: veja qual é o melhor investimento

Assistência em emergências

Com carro novo ou não, é importante proteger o seu bem e garantir segurança para os momentos imprevistos. Com o Vivo Assistência Casa e Auto, você conta com serviços de eletricista e encanador para sua casa, socorro mecânico para seu automóvel e chaveiro para os dois, sempre que precisar, por apenas R$ 5,90 por mês.

> Vivo Assistência Casa e Auto: Garanta socorro mecânico em emergências

E você, pensando trocar de carro? Deixe seu comentário.

como calcular a reforma de um apartamento
quanto custa um seguro de casa
como escolher uma seguradora de veiculos
preço de imoveis começa a cair
economizar no seguro da casa
economizar no seguro do carro