Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Tive o celular roubado: o que fazer nessa situação?

A- A+

Você teve o celular roubado: o que fazer? Saiba que não está sozinho. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo, as ocorrências com roubos cresceram 20,6% no Estado em 2014 na comparação com o ano anterior. Quando o roubo envolve telefones celulares o percentual cresce para 149,59%.

Algumas ações podem ser tomadas pela população para minimizar o risco de sofrer a violência. “Atender o celular na rua deixa o usuário distraído e mais vulnerável a assaltos. Também é bom evitar usar o celular em bolsos, pois permite que os assaltantes o levem com facilidade”, explica o especialista em segurança do Grupo GR, Samuel Washington.

celular-roubado-o-que-fazer

Alguns cuidados podem ser tomados para evitar roubo. Foto: iStock, by Getty Images

Além das dicas acima, o especialista também recomenda o uso do aparelho nos modos vibratório ou silencioso, que chamam menos atenção, e que se evite deixar o celular sobre mesas, balcões ou lugares de fácil acesso em restaurantes e lojas, pois facilita a ação dos criminosos.

Tive o celular roubado: o que fazer?

Em caso de celular roubado, o que fazer depois pode evitar maiores transtornos ao dono do aparelho. A recomendação da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) é solicitar imediatamente à operadora o bloqueio da linha.

O usuário deve solicitar também que a prestadora inclua o aparelho no Cadastro Nacional de Estações Móveis Impedidas (Cemi), o que impede o uso do celular roubado em todo o Brasil. Para isso, é preciso ter em mãos o número de Identificação Internacional de Equipamento Móvel (Imei). O código fica no próprio aparelho, no selo de homologação da Anatel, e também na caixa original do produto, normalmente abaixo do código de barras.

Caso você tenha contratado um seguro para o telefone, o registro de um boletim de ocorrência é um passo geralmente necessário para o consumidor reivindicar os seus direitos.

Vantagens do seguro

O número de telefones celulares não para de crescer no Brasil. Em 2014, o país tinha um total de 280,73 milhões de linhas ativas, 3,5% superior ao registrado em 2013.

Para a eventualidade de um furto ou roubo do aparelho, a contratação de um seguro é uma das formas de evitar um prejuízo maior. Ao contratar o serviço, as operadoras ressarcem o usuário com um novo aparelho ou com o valor em dinheiro em determinados casos especificados no acordo.

Para fazer a melhor escolha, o cliente deve estar atento a alguns pontos. Em primeiro lugar, o valor do smartphone precisa ser avaliado. Como o seguro representa, em média, cerca de 15% do valor do aparelho, deve-se calcular se a soma é vantajosa ou se comprar um novo aparelho sai mais em conta.

O consumidor deve ficar atento ainda ao contrato, pois às vezes não são todos os tipos de roubo e furto segurados.

Vivo Proteção Celular

A Vivo oferece aos seus clientes diversas opções de seguro para telefone celular. O Vivo Proteção Celular é a garantia de proteção para aparelhos, modem internet 3G e tablets contra roubo ou furto qualificado. O seguro garante a reposição do seu aparelho por outro igual ou similar.

> Proteção Celular: Conheça o seguro contra roubo e furto do aparelho

Gostou das dicas caso seu celular seja roubado? Compartilhe!

queda do dólar
vale a pena comprar celular muito barato
viajar para a China
viajar para a Tailândia
juros cobrados no cartão de crédito
como lidar com a avareza