Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Título de capitalização para aluguel é alternativa para garantir pagamento

A- A+

Os meios utilizados para garantir o pagamento de um imóvel têm avançado bastante. Uma das novidades é o título de capitalização para aluguel, que substitui a tradicional figura do fiador. Neste caso, basta fazer o acerto que a negociação está assegurada. Se você ainda não conhece a modalidade, vale se informar para identificar se é um bom negócio para o seu caso.

Contratando título de capitalização para aluguel

Garantia não exige a comprovação de renda e negociação é menos burocrática. Foto: iStock, Getty Images

Título de capitalização para aluguel vale a pena?

Alternativa de garantia na locação, o título de capitalização para aluguel pode funcionar bem, mas desde que haja clareza na sua proposição. “Se locador e locatário estão de acordo, o método é eficaz”, sustenta o consultor financeiro Arthur Jardim Nogueira Borges.

Quem pode atrapalhar a oportunidade de fiança é o próprio locador, ao exigir um valor muito alto para o locatário fazer o título de capitalização. Isso deve ser avaliado ao propor o instrumento. “Uma das formas de garatia de aluguel é uma caução de três aluguéis”, sugere.

Como não existe uma padronização no título de capitalização para aluguel, não há valor mínimo. Dessa forma, destaca Borges, alguns locadores e imobiliárias exigem até 12 meses de aluguel para a formação de um título. “Para alguns interessados no imóvel, esse longo prazo inviabiliza a oportunidade. Vale observar que o pagamento desse título se faz em parcela única”, ressalta.

O consultor esclarece ainda que, caso o inquilino não honre o pagamento do título, ele fica em mora, mas pode quitar o débito em atraso.

Se esse atraso for grande o suficiente para satisfazer as cláusulas de cancelamento do contrato, o banco cancela o título de capitalização e a devolução do dinheiro aplicado se faz com os percentuais de perda acordados.

Direitos do inquilino

Hoje em dia, há seguradoras que já oferecem títulos de capitalização voltados ao mercado imobiliário. O custo pode variar entre o equivalente de três a 12 vezes o valor do aluguel. Nos demais aspectos, funciona como um título comum, igual ao que os bancos oferecem.

Nesse sentido, o cliente pode participar de sorteiros, que são o maior atrativo desse tipo de produto financeiro. Além disso, caso não esteja devendo nada ao locador no final do prazo de pagamento, ele pode resgatar o valor, que virá corrigido pela TR, a Taxa Referencial.

Você vai se interessar por:

Há vantagens e desvantagens

Assim como os demais meios de garantia, o título de capitalização também têm ônus e bônus. Entre as principais vantagens está o fato de não exigir fiador.

Além disso, o título de capitalização é válido para todo tipo de aluguel – desde o residencial e comercial até galpões e terrenos. Outra vantagem é que não necessidade de comprovar renda e a negociação é rápida, menos burocrática que a maioria das formas de garantia.

Mas também tem os pontos negativos. O principal deles é a exigência de pagamento à vista. Apesar de o produto ter rendimento, ele não é muito satisfatório. Além disso, caso seja resgatado antes de prazo, haverá descontos que variam conforme o contrato.

 

Este artigo sobre título de capitalização para aluguel foi útil para você? Compartilhe as dicas!

sair da casa dos pais
vale a pena economizar
vale a pena pegar empréstimo
emprestimo urgente para negativado
erros financeiros comuns
como aprender com erros de finanças