Vivo
 

Teste: Você se identifica com os casais inteligentes na gestão do dinheiro?

A- A+

Dividir o lar e a vida com outra pessoa implica também na divisão das contas. Saber o quanto a família gasta, quais são os investimentos principais do cônjuge e deixar o parceiro ou parceira a par de tudo que envolve as finanças do lar faz parte da rotina dos casais inteligentes.

Mais do que bom senso, esse é um comportamento fundamental para que a relação – pessoal e financeira – consiga fluir, defende Lorena Milaneze, educadora financeira da DSOP. Para ela, o comum acordo deve ser lei em toda a vida econômica do casal.

Casais inteligentes economizam juntos

Hábito de poupar em família é importante para a concretização de sonhos do casal. Foto: Shutterstock

Mas o que diferencia os casais inteligentes dos demais? Segundo Lorena, o ponto chave está na definição de um plano de equilíbrio.”Ele deve ser proporcional ao que cada um ganha e, dentro do orçamento, deixar uma verba para que cada um desfrute da sua individualidade”, explica.

Para a educadora financeira, um casal que consegue planejar, poupar e manter um padrão de vida linear pode ser considerado inteligente do ponto de vista financeiro, além de favorecer a sua saúde emocional.

Ela garante que combater os desperdícios do dia a dia, planejar os investimentos e os gastos e manter um diálogo saudável e constante sobre dinheiro, coloca os recursos financeiros na condição de meio para realizar objetivos e pode ser um caminho para unir a sua família em um mesmo foco.

E na sua casa, como anda a gestão das finanças? Será que você se identifica e se encaixa no grupo dos casais inteligentes? Faça o teste a seguir e descubra se a sua relação sob esse aspecto é individualista, se há limites ou se os cônjuges agem como se fossem um só.

Woman is shopping online with smartphone
Tentando mudar de vida financeira
Jovem acompanhando investimento em ações