Vivo
 

Teste: Você sabe qual é o seu grau de endividamento?

A- A+

Você está ciente das dificuldades financeiras, mas não acha que parar de comprar vai resolver. Teve o nome negativado, mas ainda não adotou nenhum instrumento de controle de despesas. Será que o seu grau de endividamento atual permite mais gastos ou você se encaminha para o fundo do poço? Acredite: seja qual for o cenário em que se enquadre, é possível sair do vermelho.

Homem preocupado com seu grau de endividamento

Endividado que se preocupa em sair do vermelho precisa de controle nos gastos. Foto: iStock, Getty Images

Se tem algo que o brasileiro parece entender bem são as dívidas. Já são quase 60 milhões de brasileiros na condição de inadimplentes, segundo levantamento da Serasa Experian, divulgado em janeiro. Abalada por uma crise econômica que atingiu o país, boa parte da população ainda conseguiu quitar as contas que assumiu nos últimos anos.

O grau de endividamento até varia – alguns têm mais débitos, outros têm menos -, mas as contas atrasadas são um mal quase geral. Desemprego e esquecimento estão entre as principais causas da inadimplência, acompanhados pelo descontrole financeiro, revelou a pesquisa da Serasa.

Comprar o que não pode pagar e fazer uma dívida para quitar outra são ações citadas pela educadora financeira Cíntia Senna como causadoras do endividamento. “O primeiro passo para uma pessoa se tornar endividada é o desejo por um bem ou serviço que se queira de forma imediata, sem analisar e pensar se tem condições financeiras naquele momento”, diz.

Para ela, quem não espera o momento ideal da compra, poupando e retendo parte do valor necessário para a aquisição, corre risco de contrair dívidas.

E você, será que corre esse risco? Tem contas comuns ou está extremamente endividado? Responda ao teste que o Vivo Seu Dinheiro preparou e descubra o seu atual grau de endividamento.

Brasileiro sofre com falta de educação financeira
Administrar o dinheiro em família é preciso
Brasil deve aprender como enfrentar a crise