Vivo
 

Teste: Você entende e pratica a segurança no trânsito?

A- A+

O número de mortes em acidentes em ruas e rodovias no Brasil acendeu o alerta para a segurança no trânsito – ou falta dela. Só há menos fatalidades do que em casos de homicídio. Dados da ONU (Organização das Nações Unidas) apontam para 49,2 mil mortes nas estradas do país todos os anos. A esse montante, se somam as vítimas que sobreviveram, mas ficaram inválidas: quase 520 mil anualmente.

Em escala global, o Brasil só tem uma taxa de mortes por veículos menor que China, Índia e Nigéria. Como a situação exige comprometimento, o país assinou neste ano um acordo com as demais nações que compõem o Mercosul, comprometendo-se a criar medidas para elevar a segurança no trânsito, estabelecendo uma estratégia para que o número de vítimas diminua nos próximos anos.

Falta de segurança no trânsito

Um breve distração ao volante pode elevar as estatísticas negativas no trânsito. Foto: iStock, Getty Images

Nesta quarta-feira, 18, teve início em Brasília a Segunda Conferência de Alto Nível Global sobre Segurança no Trânsito, encontro apoiado pela Organização Mundial da Saúde (OMS). O evento se justifica por abordar uma preocupação mundial. Em todo o mundo, há 1,25 milhões de mortes por ano – 90% delas em países de renda média e baixa.

Segundo a ONU, esse tipo de acidente representa a principal causa de morte de jovens com idades entre 15 e 29 anos. Entre as vítimas fatais, quase metade é formada por pedestres, ciclistas e motociclistas.

Os números são um indicativo de que os condutores não dão a devida atenção à segurança no trânsito. O respeito aos limites de velocidade e às regras de circulação, além dos cuidados com a conservação do veículo, são fundamentais para mudar a realidade.

Mas há também aspectos adicionais que, quando adotados, podem elevar a atenção do motorista à estrada, reduzindo não apenas o risco de acidentes, como a sua exposição a crimes, como assaltos.

Será que você os adota? Faça o teste preparado pelo Vivo Seu Dinheiro e descubra se você entende totalmente a segurança no trânsito e, mais do que isso, se é um praticante de boas maneiras ao volante.

Concursos públicos são frequentes no Brasil
como poupar dinheiro ganhando pouco
Não sabe como tomar decisões financeiras