Vivo
 

Teste: A falta de educação financeira afeta o seu bolso?

A- A+

A falta de educação financeira ainda é problema comum entre as famílias brasileiras. É o que aponta estudo realizado em 2015 pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), em parceria com a Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL).

De acordo com os dados, 40% dos entrevistados afirmam que não tiveram sobra de dinheiro no mês. Para outros 32%, a realidade é ainda pior: além da falta de economia, contas ficaram em aberto.

Especialmente com o momento de instabilidade econômica, o resultado mais comum é o endividamento, que se arrasta ao longo de meses e compromete o orçamento familiar.

Brasileiro sofre com falta de educação financeira

Descontrole nos gastos atrasa sonhos e ainda prejudica a saúde. Foto: Rafael Neddermeyer, Fotos Públicas

O primeiro passo para fugir da falta de educação na gestão do dinheiro é fazer um diagnóstico das finanças e conhecer os limites que a sua renda impõe. Essa é a dica do educador Pedro Braggio, especialista em consultoria financeira familiar.

Pode parecer tarefa básica, mas passa longe da rotina da maioria das pessoas. “Tem gente que passa a vida sem nem sequer saber quanto ganha e quanto gasta, e o que realmente sonha, se sentindo constantemente frustrada, com o sentimento de insatisfação perante suas realizações pessoais. Uma boa forma de não sucumbir às influências de consumo é descobrir qual nosso lugar na escada financeira”, afirma.

Mas e você: também é afetado pela falta de educação financeira? Sabe como controlar o orçamento e organizar o planejamento das receitas e despesas? Faça o teste e descubra qual é a sua situação: contas no vermelho, finanças sob controle ou educador financeiro.

Mulher tem o sonho de ser empreendedor
Jovem vai fazer pós graduação
Alimentação pesa nas despesas mensais