Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Tesouro Prefixado: boa rentabilidade e baixo risco são atrativos

A- A+

São tantas as opções disponíveis no mercado para investimentos, que pode ficar difícil encontrar aquela que seja a mais adequada para o seu perfil. Você já ouviu falar do Tesouro Prefixado? Se você procura uma boa rentabilidade e não quer correr riscos, a modalidade pode ser a ideal.

Conforme o economista Celso Afonso Monteiro Pudwell, que ministra cursos sobre investimentos, o Tesouro Prefixado é uma modalidade de título público com prazos variados de vencimento e no qual os juros são fixados no momento da compra do papel.

Como investir no Tesouro Prefixado

Para se tornar investidor em qualquer título do Tesouro Nacional, é essencial se cadastrar em um banco ou corretora de investimentos no programa Tesouro Direto. A rentabilidade prefixada atualmente disponível está em torno de 16% ao ano.

Tesouro Prefixado

Nessa modalidade, investidor sabe exatamente quanto irá receber na data de vencimento. Foto: Shutterstock

Esse título é indicado para os que acreditam em redução da inflação ou da taxa de juros. Para aqueles que creem que a haverá elevação da taxa de juros ou da inflação, são recomendados os papéis pós-fixados, como o Tesouro SELIC e Tesouro IPCA. O primeiro é indexado à taxa básica de juros e o segundo, ao índice de inflação.

Entretanto, a maioria dos analistas têm recomendado cautela neste tipo de papel, tendo em vista o atual cenário econômico. Afinal, o título não tem proteção contra a inflação, por exemplo.

Segurança para o investidor

Em linhas gerais, o Tesouro Direto é uma opção segura por ser um investimento de baixo risco e médio retorno. Dentro deste contexto, o Tesouro Prefixado pode ser indicado especialmente para o investidor de perfil mais conservador.

Esse nome só foi adotado no início de 2015, em substituição à Letra do Tesouro Nacional (LTN), como forma de descomplicar um pouco os inúmeros nomes dos títulos públicos (todos parecidos, diga-se de passagem).

Por se tratar de um título prefixado (como o próprio nome diz), o investidor sabe exatamente a rentabilidade que terá na data de vencimento do papel. Na realidade, todos os títulos do Tesouro Prefixado irão valer exatos R$ 1 mil na data do vencimento, independentemente do cenário econômico ou de quanto foi pago por ele na compra.

Dentro dessa lógica, quanto mais barato o investidor pagar por um título, maior será sua rentabilidade. Hoje, é possível comprar um título com vencimento em 2021 pelo valor de R$ 418,74 – o que significa que você irá ganhar pouco mais que o dobro que investiu. A lista completa e atualizada pode ser conferida no site do Tesouro.

Na data do vencimento, o Tesouro Nacional recompra o seu título pelo valor previamente combinado – nesse caso, R$ 1 mil. É interessante que o título pode ser comprado de forma integral, pelo valor anunciado, ou em frações – partindo de 1% do valor de tabela.

Você vai se interessar por:

Segurança para você e sua família

Mais do que estar com suas finanças protegidas, manter a segurança da sua família é a melhor dica. Com o Seguro de Vida Plus, você protege seus beneficiários em caso de morte e morte acidental e ainda conta com auxílio funeral. Entre em contato com Central de Relacionamento – Parceria Seguros Vivo e contrate o seu.

> Seguros para Você: Conheça seguros de vida e acidentes pessoais

Você tem uma boa dica para investir no Tesouro Prefixado? Deixe seu comentário.

O controle financeiro pessoal e o futebol
quando vale a pena comprar título de capitalização
oscilações da Bolsa de Valores
investir para viajar
agência de classificação de risco
investimento para quem tem ate R$ 10 mil