Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Telefone celular certificado pela Anatel tem a qualidade testada

A- A+

O telefone celular é um dos mais comum aparatos tecnológicos da atualidade. Segundo a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), o número de aparelhos ativos no Brasil supera os 273 milhões.

O órgão é, também, o responsável por certificar os aparelhos que entram no mercado brasileiro, o que garante a qualidade do celular que você estiver comprando. Você conhece as etapas desse processo?

Os passos da homologação do telefone celular

Apesar de não ser a responsável direta pelos testes a que cada aparelho é submetido antes de entrar no mercado nacional, é a Anatel que regulamenta como devem ser feitos esses ensaios e o processo pelo qual uma empresa precisa passar antes de que o seu produto esteja liberado para a venda. A agência também dá o aval final para a distribuição.

O telefone celular é um dos mais comum aparatos tecnológicos da atualidade.

Todos os telefones vendidos legalmente no país passam por homologação da Anatel. Foto: iStock, Getty Images

Segundo a cartilha de verificação da Anatel, antes de ser posto em circulação, um telefone celular precisa passar por seis passos. O primeiro deles é quando a fabricante nacional ou representante de uma empresa internacional escolhe um Organismo de Certificação Designado (OCD) e informa essa escolha à agência.

Em seguida, o OCD analisa o produto enviado para teste, suas características e funções, e determina por quais ensaios ele pode passar e os padrões em que se encaixa. Com essa definição, a fabricante ou seu representante podem, então, procurar um laboratório, que deverá aplicar todos os testes no telefone.

A regulamentação da Anatel, liberada apenas para empresas interessadas em homologar um telefone celular, prevê alguns ensaios que devem ser aplicados obrigatoriamente.

Quando o laboratório realiza todos os testes, é gerado um Relatório de Ensaio, que lista as reações do aparelho com relação às situações criadas e as possíveis reações futuras a novos ambientes e condições.

Esse relatório é devolvido ao OCD, que analisa os resultados e emite um Certificado de Conformidade. Só então o telefone celular pode ser cadastrado no Sistema de Gestão de Certificação e Homologação da Anatel, o SGCH. Por fim, a agência reguladora analisa toda a documentação enviada e emite o Certificado de Homologação final.

Você vai se interessar por:

Tive o celular roubado: o que fazer nessa situação?

Saiba como fazer seguro de celular e tire suas dúvidas

Veja como fazer a bateria de celular durar mais tempo

Vantagens do telefone celular certificado

Sabendo que um telefone celular passa por todos esses testes antes de ser posto à venda, é possível constatar que a segurança da qualidade do aparelho é uma das principais vantagens de escolher um modelo que seja certificado pela Anatel.

A resistência a quedas e choques, a segurança da bateria e o funcionamento correto de todos os componentes são alguns dos elementos testados.

Todos os telefones que são vendidos de maneira legal no Brasil precisam passar por homologação da Anatel. Portanto, comprar um celular que não tenha essa certificação, além de ser incentivo à ilegalidade, é também um risco.

Não há garantias de que seu telefone pode resistir ao calor ou de que não é muito vulnerável a curtos circuitos durante o carregamento, por exemplo.

Outra vantagem de comprar um telefone celular certificado pela Anatel é a proteção. Como esse órgão é o responsável por atestar a qualidade de um aparelho, quando o celular tem danos de fabricação, um modelo apresenta defeitos em série ou ocorre algum acidente, você tem o suporte da agência e da empresa fabricante para garantir o reparo aos danos.

 

Gostou de conhecer as vantagens do telefone celular certificado? Compartilhe!

vale a pena comprar celular muito barato
Novo celular chinês
Comparativo de celulares ajuda a escolher
Homem avalia comprar iPhone 5S usado
Homem comunica bloqueio de celular roubado
Homem comunica IMEI bloqueado