Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Táxi com cartão de débito é sinônimo de mais segurança

A- A+

Ser taxista é uma profissão de risco em grandes cidades brasileiras, devido ao crescente número de assaltos sofridos pelos motoristas. Os maiores prejuízos ficam por conta daqueles que recebem pagamento apenas em dinheiro vivo, porque, é claro, transitam com um volume maior de notas. Por isso, equipar o táxi com cartão de débito é uma forma de aumentar a segurança.

Em todo o Brasil, há relatos de dezenas de assaltos a taxistas por dia. Mesmo nos centros urbanos com população menor, essa realidade é percebida. O Sindicato Profissional dos Motoristas de Táxi no Espírito Santo (Sindtavi-ES), por exemplo, contabilizava, em março de 2015, uma média de duas ocorrências diárias.

Esse cenário prejudica também os passageiros, pois o resultado é que muitos taxistas evitam alguns bairros e negam corridas a pessoas que parecem suspeitas, mesmo que possam ter boas intenções. Está desconfortável com essa realidade? Adote dicas de segurança e ofereça ao cliente opções de pagamentos móveis.

Modelo de táxi com cartão de débito

Ao adotar pagamentos móveis, taxista amplia a sua segurança e a do cliente. Foto: iStock, Getty Images

Dicas de segurança para taxistas

Para não se tornar uma vítima de assalto e engrossar as estatísticas negativas, o taxista precisa se prevenir. Confira algumas dicas básicas de segurança:

Tranque o carro

Quando você está no ponto, procure ficar fora do carro, com as portas e vidros trancados. Assim, poderá observar bem o passageiro antes de ele entrar no carro.

Observe e pergunte

Procure observar se o passageiro tem atitudes ou objetos suspeitos, e sempre pergunte o endereço exato do seu destino. Se desconfiar de alguma coisa, dê uma desculpa para negar a corrida.

Esconda

Dentro do veículo, evite manter visíveis objetos que possam despertar a cobiça de assaltantes, como óculos, rádio, jaqueta, relógio e carteira. Caso tenha bens de valor, mantenha-os no porta-malas.

Avise

Se você tiver contato via rádio com a central, sempre avise quando está arrancando, comunicando o destino. Isso poderá desencorajar um possível assalto por parte do passageiro que já embarcou.

Não pare

Evite parar em ruas desertas à noite, ou próximo a terrenos baldios, becos, matagais e escadarias. Sempre que observar um carro parado pedindo ajuda, desconfie.

Previna-se ao furto

Equipando o automóvel com dispositivos como trava mecânica de pedais e volantes, interruptores elétricos e alarme, você estará estimulando o ladrão a procurar outros (e mais fáceis) alvos.

Não reaja

Cada vez mais, os delinquentes estão agredindo ou até matando vítimas de assalto que têm qualquer tipo de reação durante a abordagem. Se mesmo com as dicas anteriores você sofrer um assalto, não reaja e preserve a sua vida.

Você vai se interessar por:

Está esperando o que para equipar o seu táxi com cartão de débito e crédito? Se você gostou das nossas dicas, compartilhe o conteúdo nas redes sociais.

Quem inventou o cartão de crédito
Usando o cheque como instrumento de crédito
Usaram meu cartão de crédito
Ela sabe como usar o cartão de crédito a seu favor
Ônibus aceita cartão bancário
Uso do Samsung Pay no Brasil