Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Tabela Price ou SAC? Veja como escolher o financiamento para imóveis

A- A+

Ter a sua casa própria é o desejo de muitos brasileiros, o que demanda planejamento e cálculos. Se você não tem dinheiro para comprar seu imóvel à vista, o caminho mais comum é recorrer a um financiamento. Mas qual tipo de empréstimo habitacional vale mais a pena: Tabela Price ou SAC?

Conheça mais sobre cada modalidade, conheça as principais diferenças entre elas e avalie os prós e contras de cada uma para fazer um bom negócio.

Tabela Price ou SAC são opções de financiamento para casas.

Valores da prestação e os juros devem ser observados na escolha do financiamento. Foto: iStock, Getty Images

Tabela Price ou SAC: como escolher?

A principal diferença entre as duas modalidade de financiamento já pode ser definida no nome. A sigla SAC significa Sistema de Amortização Constante, ou seja, o abatimento do empréstimo acontece de maneira continua. Nesses casos, via de regra, o valor das prestações diminui ao longo dos anos, pois você paga menos juros.

Já na Tabela Price, também conhecida como Sistema Francês, o que se mantém constante é o valor da prestação e, por consequência, a amortização do valor principal da dívida será crescente mês a mês.

De forma resumida, no sistema SAC, você amortiza mais no começo do contrato, o que torna a primeira prestação do financiamento maior do que na Price, quando considerada a mesma taxa de juros.

No entanto, ao se comparar o valor final pago no empréstimo imobiliário, o primeiro tende a ser mais barato do que o segundo.

A diferença entre uma modalidade e outra envolve também explicações matemáticas um pouco complexas, mas que na prática resultam no seguinte:

SAC Price
Prestação diminui ao longo dos anos Prestação tende a aumentar
Mutuário paga menos juros Mutuário paga mais juros
Prestação inicial maior Prestação inicial menor

Tabela Price ou SAC: simulação ajuda

Se você ainda está em dúvida entre Tabela Price ou SAC, o diretor presidente da Associação Brasileira dos Mutuários da Habitação (ABMH), Lúcio de Queiroz Delfino, exemplifica através de um simulador de financiamento as condições de cada uma das modalidades.

Em ambos os casos, o valor do empréstimo é de 100 mil reais, divididos em 240 parcelas mensais, com uma taxa de 10% ao ano e uma correção monetária de 2% anual.

Na Tabela Price, a primeira parcela sairia no valor de R$ 965,63 e a última teria um custo de R$ 1.439,28. Já na categoria SAC, a prestação do primeiro mês seria de R$ 1.252,08 e, no último, de R$ 626,61.

Com base nesses números, o especialista aconselha a quem está em busca de um imóvel novo optar pela segunda modalidade. “O SAC é o melhor dos sistemas, pois o mutuário paga menos juros ao final do financiamento, já que tem uma amortização constante no saldo devedor”, avalia.

Segundo Delfino, a opção pelo sistema Price deve ser utilizada somente quando você não tem condições de optar pelo SAC. Também é importante que tenha expectativa de aumento em sua renda mensal ou uma ambição real de fazer a quitação antecipada do financiamento antes do prazo final contratado inicialmente.

Você vai se interessar por:

Segurança para a sua nova casa

Depois de optar pelo financiamento Tabela Price ou SAC, e conseguir o seu imóvel, também é importante estar preparado para as eventualidades. Clientes Vivo podem contratar seguro residencial que garante, entre outras coberturas, proteção contra incêndio, raio e explosão. O seguro cobre ainda prejuízos decorrentes de roubo ou furto qualificado, de problemas causados por danos elétricos e Responsabilidade Civil Familiar.

> Seguros para seus bens: Garanta proteção contra incêndio, raio, danos elétricos, roubo e furto

E você? Vai optar pela Tabela Price ou SAC em seu financiamento? Comente!

investir em imóvel na planta vale a pena
crédito para financiar casa própria
casa para família numerosa
casa dos sonhos
Comprar casas em Orlando é opção
Como é morar no campo