Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Site do Procon permite pesquisar recall de carros por produto e marca

A- A+

Não raro, proprietários de veículos são surpreendidos com anúncios em jornais ou na televisão informando sobre recall de carros. Esse tipo de comunicação se refere a alerta de montadoras quanto a um lote ou série de determinado automóvel, que pode apresentar ou possuir falhas que ameacem a segurança dos usuários.

De acordo com a Secretaria Nacional do Consumidor, do Ministério da Justiça, em 2014, foram cerca de 80 chamados para recall, envolvendo mais de 800 mil automóveis. Em 2015, esses alertas têm aumentado. Segundo dados da Fundação Procon-SP, entre janeiro e julho, já foram realizadas 70 chamadas, atingindo mais de 1,8 milhão de veículos.

O anúncio do recall de carros acontece por várias plataformas.

Pela internet, de forma fácil, você descobre se o seu veículo precisa de recall. Foto: iStock, Getty Images

Divulgação do recall de carros

De acordo com o Código de Defesa do Consumidor, as empresas são obrigadas a fazer o recall de carros, anunciando a todos os consumidores, por meio de contato direto e/ou matérias na imprensa, que há um erro de fabricação do veículo. Elas devem ainda orientá-los sobre as atitudes cabíveis para o conserto ou troca.

Ao perceber um aviso sobre recall, é natural que o consumidor tenha dúvidas sobre como proceder. Afinal, o anúncio pode ser breve e não claro o suficiente para entender se abrange o seu automóvel.

Uma ferramenta que facilita o acesso à consulta dos automóveis é o banco de dados do Procon de São Paulo. No site, a pesquisa pode ser feita a partir de informações como modelo e marca do veículo. Segundo o órgão, o objetivo é dar aos consumidores uma maior visibilidade do monitoramento do recall.

Além de veículos, o banco de dados também oferece informações sobre recall de peças e acessórios automotivos desde 2002. Para conferir se um determinado produto está sendo ou foi objeto de uma chamada, é preciso informar o nome do fornecedor ou sua marca e modelo.

O banco de dados também traz resumos de campanhas de recall separados por marca e modelo, segmento e tipo de produto ou defeito, por exemplo, informando a descrição e os riscos dos problemas.

Ranking do recall de carros em 2015

Segundo informações do banco de dados do Procon, em 2015, as montadoras campeãs em recall de carros são Volkswagen, Jeep, Yamaha, Ford, Land Rover, Chevrolet, Audi e BMW. Juntas, as oito fabricantes foram responsáveis mais da metade das 70 chamadas: 41 ao todo.

A Volkwasgen foi a líder, com sete campanhas. Entre os modelos com falhas, estão Golf, Novo Fusca, Jetta, Fox, Crossfox, Spacefox, Spacecross e Amarok. Os problemas verificados foram nos sistemas de direção, de combustível, de freio ou de airbag.

Honda, Nissan, Mercedes-Benz, Mitsubishi, Mini, Fiat, Subaru, Citroen, Dodge, Lexus, Smart, Toyota, Suzuki, Troller, Renault, Hyundai, Jaguar, Lifan Motors, Chrysler e RAM foram outras marcas que também divulgaram campanhas de recall de carros em 2015.

A Ferrari teve apenas uma campanha, referente ao Modelo Califórnia T. O defeito verificado foi no sistema de airbag, que pode ter sido montado de forma irregular, causando a abertura inadequada em caso de acidente.

Você vai se interessar por:

Veja dúvidas frequentes sobre recall de veículos e fique bem informado

Descubra o que é recall e como saber se ele está disponível

Manutenção preventiva do veículo aumenta segurança e diminui custos

Segurança para sua família

Para se precaver e garantir mais segurança para você e sua família, além de estar atento ao recall de carros, você pode conhecer os seguros de acidentes pessoais e vida, oferecidos pela Vivo, em parceria com a ACE Seguradora.

A contratação garante minutos grátis para falar de Vivo para Vivo nos finais de semana, além de sorteios mensais pela loteria federal. Tudo isso com a comodidade de pagar o seguro através da fatura do celular.

> Seguros para Você: Conheça seguros de vida e acidentes pessoais

Gosta do mundo automotivo? Cadastre-se e receba a nossa newsletter.

O controle financeiro pessoal e o futebol
oscilações da Bolsa de Valores
trabalhar de babá no exterior
Ela aposta na longevidade saudável
Conversando sobre direitos do consumidor do plano de saúde
Pacientes com mais de 60 anos têm direito a acompanhante em caso de internação. Foto: iStock, Getty Images