Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Seu celular não é à prova d’água? Veja como proteger

A- A+

Já pensou como seria o seu dia se você perdesse o telefone celular hoje? Muitas vezes, você fica atento para não esquecer o telefone em locais públicos, toma o cuidado de não o deixar cair para que não quebre e evita o uso em locais muito movimentados por questões de segurança. Mas e se o seu telefone cair na água? Ou uma situação mais provável: e se você derrubar um copo de água, suco, café, refrigerante ou chá no seu aparelho?

Existem no mercado celulares e smartphones à prova d’água, mas esses modelos são poucos se comparados à enorme oferta de telefonia móvel. Além do mais, modelos com essa capacidade extraordinária de sobreviver após o contato excessivo com líquidos apresentam um valor de compra elevado em comparação à média de preços dos aparelhos celulares.

prova-dagua

Mesmo com cuidados, smartphones estão sujeitos a acidentes domésticos. Foto: iStock, Getty Images

Celular à prova d’água? Capas ajudam

A grande maioria dos telefones móveis, incluindo smartphones, possui alguma proteção física, como capa de bateria reforçada ou proteção do disco rígido e do chip. No entanto, essa proteção só é eficiente contra contatos breves, como alguns pingos de chuva, respingos ou até um derramamento de líquidos com assistência imediata. Alguns dos acidentes molhados do cotidiano são contornáveis deixando o aparelho desligado e secando, mas quando o aparelho fica mergulhado em líquido, a situação é um pouco mais grave e pode ser “fatal”.

Uma opção para quem busca proteção contra acidentes com água e outros líquidos é a adoção de capas especiais. Existem diferentes tipos de capas, feitas por diversos fabricantes, para variados usos. Algumas delas, seladas a vácuo, com custo de R$ 150 a R$ 300, garantem uma proteção maior e são anunciadas como opção até para quem vai mergulhar. Outras, mais simples, com preço de até R$ 100, são vedadas e ajudam quem vai realizar atividades perto da água, como uma pescaria.

De qualquer forma, é importante, antes de adquirir uma proteção como essa, entender que a maioria dos fabricantes de capas não asseguram a reparação do aparelho em caso de acidente. Ou seja, capas podem ajudar a prevenir acidentes, mas não devem ser usadas como se tornassem, de fato, um celular à prova de água.

Não é à prova d’água? Contrate um seguro

Se um dispositivo ou capa de proteção não for uma opção viável, uma das melhores maneiras de prevenir a perda do valor investido em um aparelho é fazer um seguro para celular. Conforme o tipo de serviço contratado, o seguro garante que o celular que caiu na água seja substituído por outro aparelho ou o valor do mesmo seja reembolsado em casos de acidentes.

A maioria dos seguros para celular oferece como principal serviço a garantia de reposição do aparelho ou reembolso do valor total ou parcial investido nele em casos de roubo ou furto qualificado ou acidentes de uso. Assim, você fica protegido diante de um imprevisto. E convenhamos: com o hábito que temos de nos comunicar de diversas maneiras usando o celular ou smartphone, ficar sem um aparelho de telefone móvel parece inviável nos dias de hoje.

Proteja o seu celular

O Vivo Proteção Celular oferece proteção contra roubo ou furto qualificado para aparelhos celulares, modem internet 3G e tablets. Além disso, você concorre a sorteios mensais no valor de R$ 10 mil enquanto estiver em dia com o pagamento do seguro.

> Vivo Multiproteção Celular: Proteja seu aparelho contra roubo, furto, quebra e imersão em água

Gostou das dicas sobre celulares à prova d’água? Deixe um comentário.

queda do dólar
vale a pena comprar celular muito barato
viajar para a China
viajar para a Tailândia
juros cobrados no cartão de crédito
como lidar com a avareza