Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Serviço voluntário pode ajudar a conquistar o emprego dos seus sonhos

A- A+

Com um mercado de trabalho cada vez mais competitivo, sai na frente quem consegue se diferenciar. Entre os quesitos que podem ajudar o seu currículo a se destacar frente os demais concorrentes, o serviço voluntário ganha força.

Isso acontece, segundo Renato Mendes, que é consultor de Carreiras da Plataforma de Empregos Job1, porque as empresas consideram que o candidato com esse tipo de experiência faz dele, teoricamente, uma pessoa mais focada para a área humana – o que, na visão do recrutador, pode representar mais facilidade em lidar com situações adversas.

Apesar disso, o serviço voluntário ainda não é uma prática comum no Brasil, principalmente se comparado aos Estados Unidos. Somente 7% dos jovens brasileiros têm experiência no voluntariado, contra 62% dos norte-americanos, apontou estudo recente do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística sobre o terceiro setor.

Serviço voluntário ganha força e dá oportunidades.

Profissionais adeptos de causas sociais são bem vistos no mercado de trabalho. Foto: iStock, Getty Images

3 benefícios do serviço voluntário para sua carreira

Se você pensa em se dedicar a causas sociais ou pretende se engajar em algum tipo de serviço voluntário, Mendes cita três benefícios principais que podem potencializar sua carreira:

Diferencial ao buscar emprego

Pesquisas já apontaram em diferentes momentos que os recrutadores tendem a prestar atenção em currículos que destacam a experiência com serviço voluntário. Como essa ainda não é uma prática comum no Brasil, que tal se diferenciar no mercado de trabalho com o engajamento em uma causa social?

Oportunidades em empresas engajadas

Talvez você já tenha notado: é cada vez mais comum ver empresas vinculando sua marca a causas sociais. Há até quem incentive o hábito entre os funcionários. Se o futuro colaborador não demonstra propensão ao voluntariado, pode perder espaço.

Destaque para novas competências

Não apenas em um processo seletivo, mas na construção de uma carreira profissional de sucesso, as competências comportamentais ocupam destaque. No serviço voluntário, é natural que novas visões e habilidades sejam desenvolvidas, o que também serve como diferencial para quem busca um emprego.

Você vai se interessar por:

Saiba como enriquecer seu currículo para conseguir um bom trabalho

Trabalho voluntário proporciona bem-estar e qualidade de vida

Dinheiro e felicidade: o que as pesquisas revelam

Serviço voluntário e Imposto de Renda

Outra maneira de contribuir com algum trabalho voluntário é destinando parte do seu Imposto de Renda a uma causa social. Essa medida também não é conhecida por grande parte da população.

De acordo com a pesquisa Retrato da Doação no Brasil, realizada em 2014 pelo Instituto para o Desenvolvimento do Investimento Social (IDIS) e a Ipsos Public Affairs, 84% dos brasileiros afirmam não saber dos mecanismos de doações dedutíveis do IR.

A medida, no entanto, é simples e pode ser implementada facilmente. Conforme a legislação brasileira, as empresas podem direcionar até 1% do Imposto de Renda aos Fundos dos Direitos da Criança e do Adolescente. Já contribuintes Pessoa Física podem destinar até 6%.

Assim, ao invés de você fornecer essa parcela do Imposto de Renda para o governo federal, esse valor vai para um fundo para que seja aplicado exclusivamente para financiar projetos e programas que garantam a crianças e adolescentes um futuro melhor.

As informações completas sobre como participar você encontra na cartilha elaborada e divulgada pela Federação Brasileira de Bancos (Febraban).

 

Esse artigo lhe fez lembrar de alguém? Compartilhe!

melhor lugar para trabalhar
Qualidade de vida no trabalho
Benefícios que o desempregado tem direito
Nome sujo impede contratação
Avaliando a antecipação do 13º salário nas férias
Despertador aborda a diferença salarial entre gêneros