Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Seguro de responsabilidade civil assegura cobertura de danos a terceiros

A- A+

Você já ouviu falar e sabe para que serve o seguro de responsabilidade civil? De forma geral, esse tipo de serviço tem como objetivo garantir a cobertura de danos causados a terceiros por empresas e profissionais.

Dentistas, médicos, advogados, arquitetos, engenheiros, corretores de seguros, contadores e outros profissionais autônomos e liberais e até executivos com poder de gestão são o público-alvo de um seguro de responsabilidade civil, que cobre possíveis danos materiais, corporais ou morais causados involuntariamente a terceiros.

Seguro de responsabilidade civil, sendo analisado.

Profissionais liberais se beneficiam com modalidade que cobre possíveis falhas. Foto: iStock, Getty Images

Cobertura de um seguro de responsabilidade civil

Atualmente, existem no mercado dois tipos de seguro de responsabilidade civil: o E&O (Erros e Omissões) e o D&O (Diretores e Executivos). O primeiro é destinado a profissionais liberais e cobre possíveis falhas, imperícias ou negligências nos procedimentos realizados por eles ou eventuais brechas que façam seus clientes abrirem algum tipo de processo.

Já o seguro D&O foi feito para cobrir erros de profissionais do alto escalão de empresas que possam prejudicar algum terceiro, como cliente ou parceiro. Esse tipo funciona como uma proteção pessoal do executivo em processos movidos contra a pessoa física, decorrentes de atos da sua gestão.

Em ambos os casos, os seguros podem ser contratados pelos próprios indivíduos ou pelas companhias para as quais prestam serviços ou empresas com as quais têm vínculo empregatício.

Custo de um seguro de responsabilidade civil

Os valores envolvidos nesse tipo de serviço dependem de uma série de informações prestadas para a seguradora sobre o risco das funções e que servem de parâmetro para o cálculo do prêmio. O principal parâmetro é a frequência de ações judiciais e o custo médio das indenizações do segurado nos últimos anos.

No caso do seguro do tipo E&O, o custo varia muito a partir da atividade profissional e do histórico do segurado. Já com o tipo D&O, os valores do prêmio vão oscilar de acordo com a atividade da empresa segurada, do seu histórico e da sua relação com os acionistas.

Em ambos os tipos de seguro de responsabilidade civil, o seu custo final depende também da importância segurada a ser contratada, dos tipos de cobertura escolhidos e dos riscos para a seguradora.

Você vai se interessar por:

Contrato de seguro: o que merece mais atenção?

Saiba como contratar os seguros Vivo

Saiba em que situações vale a pena acionar a franquia do seguro

Como contratar

O seguro de responsabilidade civil pode ser contratado individualmente ou por meio de uma empresa. Em ambos os casos, é o próprio contratante que determina o valor da importância segurada e as coberturas que estarão contempladas na apólice.

Por ser um seguro mais complexo e que leva em consideração uma série de particularidades do contratante, sua apólice é feita sob medida, sendo indicado o auxílio de um especialista na elaboração do contrato.

Quanto mais complexo for o seguro, maior o grau de interação que deve existir entre o contratante e a seguradora, com fornecimento de mais informações para a correta análise do risco.

De acordo com dados da Superintendência Nacional de Seguros Privados (Susep), atualmente, existem no mercado mais de 20 seguradoras que oferecem o seguro E&O. O número das que comercializam o tipo D&O é um pouco menor, cerca de 15.

 

Esse artigo lhe fez lembrar de alguém? Compartilhe!

Jovem preocupado com valor do seguro de carro
Motociclistas avaliam seguro para motos
Ladrão observa um dos carros mais roubados
Smartphone para crianças da Positivo
Descobrir número de celular ficou mais fácil.
Snaptchat é um dos mais populares apps para smartphone