Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Segurança em condomínios depende de moradores e funcionários

A- A+

Pode ser chato ter que parar na portaria do prédio de um amigo, mesmo o visitando praticamente todo mês – e cada vez que vai lá, ter que repetir todas as informações pessoais de novo. Quando esse pensamento vier à sua mente, lembre-se que essa rotina faz parte da segurança em condomínios.

Preocupação com segurança em condomínios

Vida em condomínio exige que cada morador atente para as regras de segurança. Foto: iStock, Getty Images

A necessidade de segurança em condomínios

Não é só por conta do crescimento habitacional que o número de condomínios aumenta no país. A violência tem um papel fundamental na hora de as pessoas escolherem onde morar. Fatores como portaria 24h, circuito fechado de câmeras para monitoramento local, vigias, entre outras medidas contra possíveis assaltantes, pesam muito na balança.

A segurança em condomínios não é garantida nem pela melhor empresa do ramo se os moradores não cooperarem. Isso significa que você pode começar ajudando a equipe que protege o seu lar, divulgando as normas do prédio. Você deve dar o exemplo e segui-las. Explique aos seus convidados como elas funcionam.

Se você não concorda com as regras, dê um jeito de participar das reuniões e assembleias. Dê a sua opinião e procure entender o motivo para cada uma delas existir. Apenas criticar não vai adiantar.

Melhor ainda é você aproveitar esses encontros para conhecer seus vizinhos. Troquem telefones. Se o bloco possui grupo de WhatsApp, peça para entrar.

Atitudes que você deve tomar como morador

É importante entender que o comportamento dos moradores dentro dos parâmetros de segurança é o que traz paz e tranquilidade para todos.

Após fazer amizade com seus vizinhos, combine algum código para demonstrar que um de vocês está em perigo. Alguns condomínios aceitam que os moradores também façam esse tipo de acerto com os porteiros.

E não se exponha além do necessário, como ao ficar conversando dentro do carro em frente ao edifício. Assim, você está colocando em risco a sua vida e a de outras pessoas. Sequestros relâmpagos geralmente ocorrem nesses vacilos.

Respeite as ordens e orientações dos porteiros. Se eles dizem para você acender a luz interna do veículo e apagar os faróis, ou ainda abrir as janelas do carro, faça. Ele precisa se certificar de que você não está sendo feito refém de algum bandido.

Mesmo confiando nas equipes de segurança em condomínios, antes de entrar no seu edifício, averigue as imediações sem parar o automóvel – mesmo quando o controle está sob seu comando.

Ao sair do apartamento, observe o movimento do condomínio pelas câmeras de segurança. Evite combinações do tipo deixar a cópia da chave embaixo do tapete. Também não coloque o porteiro ou qualquer outro funcionário sob a responsabilidade de ficar com a cópia das chaves da sua residência. Não dê chance ao azar.

E, por último, quando você estiver chegando com convidados, faça com que eles acessem o condomínio pela entrada de visitantes. Não desrespeite as normas, pois assim fica fácil para os porteiros identificarem qualquer movimento suspeito, como o de você ser feito refém.

Regras de segurança para funcionários

Nas reuniões e assembleias, sugira essas medidas que separamos para manter a segurança em condomínios. A empresa contratada deve respeitar alguns requisitos, treinando seus funcionários para cumprir com a demanda exigida pelos moradores.

Não permita que os funcionários divulguem os hábitos dos moradores, muito menos códigos de emergência, carros que possuem, nomes dos membros da família, entre outras informações, que devem ser confidenciais.

Seus visitantes têm que ser anunciados toda vez que forem na sua casa. Portanto, não aceite quando o porteiro deixar alguém passar por já conhecer o convidado. Siga a regra do prédio e exija que ela seja cumprida.

Desconhecidos não devem se aproximar da guarita do porteiro para falar. A comunicação deve ser feita de longe, via interfone.

Quando chegar a tele-entrega, não receba na porta de casa. Siga as instruções, desça e pegue o que você pediu junto ao portão de entrada.

Você vai se interessar por:

 

Você também tem uma boa dica de segurança? Comente!

Comprar casas em Orlando é opção
Como é morar no campo
Trabalhando na reforma de casas antigas
Como escolher corretora para Tesouro Direto
Uso de LED no projeto de iluminação residencial
Reaproveitamento da água do chuveiro