Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Saiba usar o seu décimo terceiro salário com sabedoria

A- A+

O final de ano costuma vir acompanhado de novas contas, dívidas e mais compras. Não por acaso, muitos brasileiros veem o décimo terceiro salário como a possibilidade de salvação das finanças diante de tantos gastos.

Se você se encaixa nesse grupo, saiba que não está adotando a atitude mais saudável ao bolso. Especialistas recomendam que esse recurso, que é um direito do trabalhador, deve ser usado com cautela. Reservar o valor para pagar contas representa um erro comum na organização financeira: a falta de planejamento.

Muitos brasileiros veem o décimo terceiro salário como a possibilidade de salvação das finanças.

Usar todo o décimo terceiro salário para pagar dívidas não é atitude indicada. Foto: Shutterstock

Planeje o uso do décimo terceiro salário

O uso do décimo terceiro salário para quitar dívidas acumuladas ao final do ano foi identificado como um hábito em pesquisa da Associação Comercial de São Paulo (ACSP). Segundo o estudo, 70% dos brasileiros devem usar o recurso para pagar contas – índice 21% superior a 2014, quando 49% das pessoas demonstraram essa intenção.

O educador financeiro e presidente da DSOP, Reinaldo Domingos, avalia que dar esse destino ao 13º é uma medida compreensível, já que o dinheiro extra é visto como um alívio pela população. Mas ele entende que a atitude demonstra desconhecimento da educação financeira, que considera o planejamento como passo fundamental ao processo de realização de sonhos.

Segundo Domingos, o uso do recurso deve ser pensado com antecedência e baseado na projeção de objetivos. Para isso, o primeiro passo compreende fazer um diagnóstico das finanças. “É certo que não dará para fazer isso de forma ampla, mas dá para saber qual sua situação financeira e a partir disso tomar o melhor caminho”, afirma.

Se a condição percebida for de endividamento, ainda assim é preciso diagnosticar: ela está sob controle ou se encaminha para a inadimplência? O especialista explica que os inadimplentes são aqueles que se comprometem com o valor de uma dívida, mas não conseguem pagá-lo. Para esses casos, é válido utilizar uma parte do décimo terceiro para quitar as contas.

Ainda assim, Domingos alerta que é importante reservar uma parte do valor para poupar e investir, com o objetivo de formar uma reserva financeira. Essa é uma forma de começar a criar o hábito de economizar dinheiro para a concretização de sonhos futuros.

5 mandamentos do décimo terceiro salário

Confira cinco dicas de Reinaldo Domingos para dar o melhor destino possível ao seu décimo terceiro salário:

Dominar

A primeira dica do educador financeiro para usar o décimo terceiro salário com inteligência é o domínio da sua realidade e da sua personalidade financeira. Analisar quanto gasta e no que gasta ajuda a conhecer o seu “eu financeiro”.

Priorizar

Se optar por pagar dívidas com o décimo terceiro, escolha aquelas que são mais importantes. As que têm juros mais altos, como as de cartão de crédito e cheque especial, merecem uma atenção redobrada.

Você vai se interessar por:

Reservar

O final do ano reserva gastos especiais, como impostos, presentes, ceia de Natal e até mesmo elementos de preparação para o ano seguinte, como material escolar. Reserve uma boa parcela do décimo terceiro para essas contas.

Evitar

Evite usar essa renda extra para emprestar aos amigos e parentes que contraíram dívidas e não conseguem pagá-las. Se eles precisam é porque, provavelmente, não conseguiram controlar o próprio dinheiro. Empréstimos não os ajudarão a aprender as devidas lições de finanças.

Guardar

Se você tem alguma compra ou projeto que sonha em realizar, guarde uma parte do décimo terceiro para pagar à vista os custos dessa ideia. Respeitar o seu dinheiro é uma etapa importante no processo de colocar seus sonhos em prática. O dinheiro é meio e não fim, alerta Domingos.

 

E você? Como vai usar seu décimo terceiro salário? Comente!

vale a pena economizar
vale a pena pegar empréstimo
emprestimo urgente para negativado
erros financeiros comuns
como aprender com erros de finanças
vale a pena comprar no crediario