Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Saiba se é hora de comprar euro antes da viagem

A- A+

Com a alta do dólar, muita gente tem trocado a viagem para os Estados Unidos pelas férias na Europa. Mas, mesmo com a moeda americana nas alturas, oscilando na faixa dos R$ 3, esse é o melhor momento para comprar euro?

De acordo com a cotação média divulgada diariamente pelo Banco Central, a partir do final de 2014, a moeda europeia vinha sofrendo uma desvalorizado perante ao Real, chegando a custar R$ 2,92, uma queda de quase 15%.

Essa queda foi causada pelo aumento da desconfiança de investidores sobre a recuperação da economia dos países do bloco. Ela foi intensificada ainda pelo anúncio de um pacote de estímulos para a região pelo Banco Central Europeu.

comprar-euro

Muita gente tem trocado a viagem para os Estados Unidos pelas férias na Europa. Foto: iStock, by Getty Images

Mas essa disparidade não durou muito. Resultado: o euro voltou ao seu preço médio de R$ 3,40. Quem comprou euro nesse período de desvalorização para viagens futuras saiu ganhando.

Comprar euro é uma das opções

E para quem vai viajar agora ou nos próximos meses, qual a melhor opção: comprar euro e levar dinheiro vivo, fazer uso do cartão de crédito ou apostar no cartão pré-pago?

Com a volta da moeda à sua cotação média, a melhor estratégia para quem pretende viajar para a Europa nos próximos meses é se dividir entre as três alternativas.

Comprar euro e levar uma parte dos recursos para a viagem em dinheiro vivo é sempre necessário para gastos menores com alimentação e transporte. Como o câmbio das moedas é extremamente volátil, é difícil prever altas e baixas com muita antecedência.

De acordo com especialistas, o mais indicado então é comprar euro com três meses de antecedência da viagem. Caso a viagem vá demorar mais de três meses, o melhor é aguardar e aplicar o dinheiro em investimentos de alta liquidez e com bom retornos.

Para quem não tem muito dinheiro para investir na moeda europeia de uma vez,  outra opção é comprar euro aos poucos até a data da viagem. A estratégia pode diminuir o impacto das oscilações do câmbio no bolso do consumidor tanto em caso de alta como de baixa da cotação.

O único cuidado é com os custos de conversão e cobranças de taxas administrativas relativas às transações.

Comprar euro: cartões de crédito

Usar o cartão de crédito é uma opção a comprar a moeda. Quem possui plástico com função internacional, basta ligar para a administradora do cartão e informar o período da viagem e os países que serão visitados. Seu cartão estará apto a realizar compras e saques nesses locais durante as datas informadas.

Uma das vantagens do uso do cartão de crédito é a segurança de não andar com dinheiro vivo, evitando perdas e possíveis furtos ou roubos. O consumidor fica suscetível, no entanto, às oscilações do câmbio em relação à data de vencimento do plástico.

Outro porém é que o consumidor vai pagar IOF (Imposto sobre Operações Financeiras) referente à conversão do euro para Real por cada transação realizada no exterior.

Uma alternativa para quem quer andar com pouco dinheiro em mãos e não quer ficar refém das flutuações futuras do euro e da taxa do IOF é optar pelo uso do cartão pré-pago. Ele funciona como um cartão de débito e é abastecido com crédito em casas de câmbio antes da viagem.

Este artigo lhe fez lembrar de alguém? Compartilhe!

viajar para a Turquia
viagens econômicas pela Europa
como economizar na limpeza
levar dinheiro na viagem
Recessão econômica.
Como tirar manchas de mofo e bolor da parede