Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Saiba quando antecipar parcelas de financiamento

A- A+

O financiamento é opção comum para quem deseja adquirir bens como um carro novo ou a casa própria e não possui todo o dinheiro disponível para pagar à vista. Afinal, os prazos oferecidos são cada vez maiores e facilitam o pagamento da dívida. Não é raro, inclusive, que o cliente perceba que pode antecipar parcelas e quitar o valor mais cedo do que esperava.

Ao adiantar as prestações, você diminui a quantia gasta em juros. Mas será que essa é sempre a melhor alternativa? Diferente do que se costuma pensar, nem só os descontos devem ser considerados na hora de tomar a decisão.

Quando as taxas de juros estão em alta, pode ser mais vantajoso aplicar o seu dinheiro ao invés de adiantar as parcelas do financiamento. Foto: iStock, Getty Images

Com taxas de juros em alta, adiantar as parcelas não costuma ser vantajoso. Foto: iStock, Getty Images

Taxa de juros define quando antecipar parcelas

Se você está na dúvida sobre adiantar prestações do financiamento, o primeiro passo é fazer uma comparação: o que está pagando de juros ao banco e quanto poderia obter de rentabilidade, caso aplicasse o dinheiro em alguma modalidade de investimento. Pese também as taxas que podem ser aplicadas nas duas situações.

“Digamos que você está em uma situação em que a taxa de juros contratada de um financiamento imobiliário seja de 10% ao ano. Atualmente, pode-se conseguir investimentos com taxa próxima a Selic, em 14,25% ao ano. Ou seja nessa situação, seria vantajoso investir o capital, ao invés de antecipar parcelas do financiamento”, exemplifica o economista Matheus Gonzalez.

Mas há momentos em que as taxas de juros de mercado operam em baixa e aplicar os recursos em investimentos atrelados a elas não traz um retorno maior do que aquele que você conseguiria ao quitar sua dívida com antecedência.

Nesse cenário, a dica de Gonzalez é fazer o adiantamento, sempre a partir da última parcela. O motivo são os juros compostos, que permitem um desconto maior através desse processo.

Antecipar parcelas de acordo com o seu bolso

Quando o momento favorece a antecipação, é preciso considerar ainda como estão as suas finanças e se elas permitem gastos adicionais. Para Gonzalez, quitar o financiamento de maneira mais rápida pode ser vantajoso em situações que apresentam uma renda extra, como é o caso do 13º salário ou de um bônus anual.

“Buscar antecipar prestações todo mês, com sobras de orçamento pode ser uma estratégia ruim”, alerta ainda. Afinal, é preciso também estar preparado para outras eventualidades que podem aparecer e que exigem reservas financeiras.

Monitore o seu CPF

Para conseguir um financiamento, é importante estar com o seu nome longe da lista de negativados. Já imaginou um serviço que alerta cada vez que houver consultas ou movimentações em seu CPF?

Entre as funções do Vivo Alerta CPF, está o envio de um SMS ao cliente toda vez que ocorrer uma alteração no status do seu nome nas bases de dados da Serasa Experian, sempre que uma empresa consultar o nome do cliente nas bases de dados da Serasa e ainda quando o seu nome estiver prestes a ser negativado. Além disso, o cliente recebe exclusivas dicas antifraude e pode visualizar o relatório completo sobre o seu CPF.

> Vivo Alerta CPF: Receba alertas via SMS sempre que houver consultas a seu CPF

Você está na dúvida sobre antecipar parcelas do financiamento? Comente!

sair da casa dos pais
vale a pena economizar
vale a pena pegar empréstimo
emprestimo urgente para negativado
erros financeiros comuns
como aprender com erros de finanças