Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Saiba qual é o teto do INSS 2015

A- A+

Desde o início do ano, o teto do INSS 2015 sofreu reajuste de 6,23%. O teto do INSS significa o valor máximo que os segurados da Previdência Social recebem em termos de benefícios como aposentadoria, auxílio-doença, auxílio-reclusão e pensão por morte.

Com reajuste, o teto do INSS 2015 passa a ser R$ 4.663,75. Antes do novo reajuste, o teto máximo dos benefícios do Instituto Nacional do Seguro Social era de R$ 4.390,24. O piso mínimo dos benefícios passa a ser equiparado ao salário mínimo: R$ 788.

teto-do-INSS-2015

Teto do INSS significa o valor máximo que os segurados da Previdência Social recebem em termos de benefícios como aposentadoria. Foto: iStock, by Getty Images

O reajuste do teto do INSS 2015 atualiza a previsão da inflação pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC). Essa atualização do teto é feita anualmente, bem como dos salários-de-contribuição e suas alíquotas.

Teto do INSS 2015: salário-família e auxílio-reclusão

Outros valores que sofreram reajustes a partir do teto do INSS 2015 são o salário-família e o auxílio-reclusão. A cota do primeiro passa a ser de R$ 37,18 para o segurado com remuneração mensal não superior a R$ 725,02 e de R$ 26,20 para o segurado com remuneração mensal superior a R$ 725,02 e igual ou inferior a R$ 1.089,72.

O auxílio-reclusão será devido aos dependentes do segurado cujo salário-de-contribuição seja igual ou inferior a R$ 1.089,72.

Teto do INSS 2015: novas alíquotas

O novo teto do INSS 2015 foi publicado em portaria no Diário Oficial da União no começo do ano. Além do reajuste dos benefícios, a portaria determina as novas alíquotas de contribuição do INSS dos trabalhadores empregados, domésticos e trabalhadores avulsos.

Os descontos do INSS são feitos mensalmente no salários dos contribuintes seguindo as faixas salariais determinadas.

De acordo com a nova tabela de contribuição, os novos salários-de-contribuição e alíquotas passam a ser as seguintes:

Salário-de-contribuição Alíquota para fins de recolhimento ao INSS
Até R$ 1.399,12 8%
De R$ 1.399,13 a R$ 2.331,88 9%
De R$ 2.331,89 até R$ 4.663,75 11%

 

Glossário

Salário-de-contribuição: corresponde ao salário do trabalhador que serve de base para os cálculos de desconto mensal do INSS, respeitando as alíquotas de cada faixa salarial;

Salário-de-benefício: é a média aritmética simples dos maiores salários de contribuição correspondentes a 80% de todo o período contributivo, servindo de base para o cálculos dos benefícios e respeitando o teto limite.

Cálculo do desconto a partir do teto do INSS 2015

O cálculo obrigatório do INSS a ser descontado na folha de pagamento é feito pelo próprio empregador antes de o funcionário da empresa receber o valor total do salário líquido.

O cálculo do INSS e as porcentagens de desconto irão variar de acordo com a faixa salarial do trabalhador. Para verificar se as contribuições estão sendo recolhidas corretamente, basta o trabalhador checar o holerite com atenção na alíquota referente ao desconto do INSS.

Para saber se a alíquota que foi aplicada no seu caso é a correta, o trabalhador precisa saber sua faixa salarial (seu salário bruto) e a porcentagem que incide em seu caso. Um exemplo: se o seu salário bruto é de R$ 1.985, a alíquota para fins de recolhimento é de 9% (nesse caso, o trabalhador recolhe R$ 178,65 ao INSS).

Gostou das dicas de teto do INSS 2015? Cadastre-se e receba nossa newsletter.

O controle financeiro pessoal e o futebol
Planejando a aposentadoria de pessoa com deficiência
vale a pena ter seguro
o que é previdência complementar
tempo de aposentadoria por idade
aporte em previdência privada