Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Saiba quais gastos você terá após a aquisição de um carro

A- A+

Está pensando em comprar um carro novo e quer saber quanto você terá de gastos com ele durante o ano? Preparamos uma simulação que leva em conta os custos obrigatórios e recomendáveis que um automóvel pode gerar. Os números são baseados na compra de um carro particular, financiado no valor de R$ 30 mil, para um morador da cidade de São Paulo.

Gastos com o IPVA

Ter um carro significa pagar um imposto específico para isso, o Imposto sobre Propriedade de Veículo Automotor (IPVA), que é calculado a partir de uma alíquota estabelecida pelos governos estaduais e que, portanto, varia em cada unidade federativa.

Para 2015, a alíquota cobrada em São Paulo é de 4% sobre o valor na tabela Fipe, que mostra os preços médios de veículos no mercado nacional. Portanto, se o seu veículo é avaliado em R$ 30 mil, o valor a ser pago pelo imposto é de R$ 1,2 mil.

Faça os cálculos e avalie o investimento em um carro. Foto: iStock, Getty Images

Faça os cálculos e avalie o investimento em um carro. Foto: iStock, Getty Images

Gastos com seguros

Juntamente com o IPVA, você deve pagar o seguro obrigatório DPVAT, que indeniza vítimas de acidentes. Em 2015, motoristas de carros particulares precisaram gastar R$ 105,65 com esse seguro, que é o mesmo em todo o país.

Em relação ao outro seguro, aquele que é opcional e que protege o seu carro em casos de acidentes ou roubos, há uma série de fatores que interferem no valor a ser pago: tempo de uso, facilidade para encontrar peças, se é um modelo visado por assaltantes, se é novo ou usado, nacional ou importado.  Em geral, a dica usada para saber quanto você irá gastar é calcular 5% do valor do carro. Portanto, em nosso exemplo, o seguro deve sair em torno de R$ 1,5 mil ao ano.

Valor do financiamento

Para quem opta pelo financiamento do veículo, o valor da parcela deve ser incluído no cálculo dos gastos mensais. Na simulação, vamos estabelecer uma parcela equivalente a R$ 600 mensais. Portanto, mais R$ 7,2 mil devem ser somados para o cálculo anual.

Saindo da garagem

Até aqui, você ainda não tirou o carro da garagem. Se você comprou o veículo para ir ao trabalho, precisará de um lugar para deixá-lo. Isto é, a menos que a sua empresa tenha um local específico para isso, você terá gastos com estacionamento. De acordo com um levantamento da consultoria Coillers, o valor médio da mensalidade de um estacionamento na região central de São Paulo, em julho de 2014, era de R$ 324,56 ao mês, o que totalizaria R$ 3.894,72 em um ano.

Da mesma forma, vamos estabelecer neste exercício que você gaste R$ 300 ao mês de gasolina. São mais R$ 3,6 mil anuais. Ainda há outros gastos a se levar em conta, como a manutenção do veículo. O ideal é fazer ao menos duas revisões gerais. Em média, os gastos de revisão de carros populares no Brasil giram na casa de R$ 250. Logo, consomem R$ 500 ao ano.

Portanto, no fim de contas, o carro que você comprou por R$ 30 mil reais vai custar outros R$ 18.000,37 ao ano.

Assistência é alternativa para mecânico e outros serviços

Comprou um carro e ele deixou você na mão? Com o Vivo Multiassistência, você conta com serviços de profissionais especializados e de confiança para consertos e reparos emergenciais ou serviços de manutenção. É uma alternativa para quem quer socorro mecânico e reboque para seu carro, além de eletricista, vidraceiro, conserto de eletrodomésticos e chaveiro sempre que precisar.

> Vivo Multiassistência: Garanta eletricista, vidraceiro e conserto de eletrodomésticos para casa
É importante entender de finanças bem antes de sair de casa.
como lidar com a avareza
economizar no seguro do carro
não consigo pagar financiamento veículo
cadeiras de bebê para automóvel
parcelar festa de casamento